terça-feira, 19 de agosto de 2014

Série: The 100

The 100 é uma das séries mais legais que eu conheci em 2014 (Não, ainda não estou fazendo retrospectiva). E como eu terminei de assistir a 1ª temporada na sexta (Sim, eu estou muuito atrasada), resolvi falar sobre ela. 

A história se passa a 97 anos a frente do nosso tempo. Uma determinada era onde os humanos deixaram de habitar a Terra, já que um apocalipse nuclear matou tudo que lá existia. 

Porém, alguns humanos estavam em estações espaciais, estas se juntaram e formaram a Arca (Olha, continua lendo. Fica bom, ok?). E com o tempo, este grupo de sobreviventes cresceu, assim como a Arca.
E um problema surgiu: o número de pessoas ultrapassou a capacidade da espaçonave, fazendo com que o Chanceler tivesse que tomar algumas medidas drásticas. Todos os menores de idade, que cometessem algum tipo de delito (qualquer um era considerado delito. Ex. Roubar pão), ficariam presos até completarem 18 anos. E quando o completassem, seriam mortos.
Foi aí que o Conselho teve uma ideia para acabar com essas mortes. Resolveram escolher 100 menores de idade presos para voltar a Terra. Eles iriam verificar se o planeta ainda poderia ser habitável. E se fosse, seus crimes seriam perdoados e a população residente na Arca voltaria a morar no Planeta.
Nos primeiros episódios, a série se passa em três cenários. O que acontece na Arca e como eles (tentam) controlar os 100 adolescentes. O conselho instalou um dispositivo em cada um, que informaria o estado físico deles, assim eles saberiam como o planeta os afetava. 
O segundo cenário mostra como os adolescentes estão se virando na Terra. E esta é a parte mais interessante da série. Já que tudo que acontece ali, afeta a Arca. E outra coisa, diria que esta é a parte política da história. É incrível ver como é desastroso quando adolescentes criminosos estão sem qualquer tipo de poder que os comande.
Sendo necessário, a formação de leis e de um líder. O problema é quando existem dois líderes, com ideologias completamente diferentes (Pressinto rebelião). Essa parte da série faz um paralelo a história de como as cidades se formaram. 
E o terceiro mostra o passado. É com esse lado que você vai entendendo a história por detrás dos personagens. E começa a entender suas atitudes e características. Essa é a parte mais surpreendente. 
Mas a história não fica só nisso, não. Aqui vai um spoiler: Os 100 não estão sozinhos na Terra. Existem pessoas que sobreviveram á radiação, e elas não são exatamente muito legais. OOPS!
Tá, tem uma história legal. Mas e os personagens? Bom, digamos que ninguém (e essa é a melhor parte) é santo. Eu já estava cansada de séries que mostravam vilões e mocinhos, sabe? É legal ver uma que os mostra com defeitos e qualidades, enfim, como humanos.
A história também é bem crítica e tem como tema a sobrevivência e o sacrifício. Eu a-m-o esses temas, que me lembram um pouco de Jogos Vorazes, porém sem a capital sádica. Uma coisa que me incomodou nos primeiros episódios foi a falta de expressão dos atores. O que melhora drasticamente com o passar dos episódios. Creio eu que eles ainda não estavam se sentindo muito á vontade com os personagens no começo.

Ah, e a trilha sonora? AAAAAAH <3 (É CW né, minha gente) Várias músicas que conheci durante os episódios, já foram colocadas nas Playlists da Semana hehe. 

Bom, se você ainda não se convenceu com o que eu disse, assiste o trailer vai! Garanto que a música e a história irão te conquistar ;) 

Trailer The 100 - Legendado
Bom, agora se você gostou, assista e se divirta (: Só não assiste muito rápido, okay? A segunda temporada estreia em Setembro \o/

Fotos: Google Imagens

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pode comentar que eu não mordo :P

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...