Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de 2021

em Love Life, o amor é lente pra gente se enxergar.

Era tarde da noite e eu queria assistir algo novo, mas que também fosse familiar. Passando pela lista de filmes e séries, encontrei um pôster com Anna Kendrick . Que pra mim, é a Fernanda Torres americana.  As duas são donas de um senso de humor ácido bem equilibrado.  Anna faz graça se autodepreciando, enquanto Fernanda arranca riso quando se faz de doida. Pois bem, o pôster que despertou minha atenção atenção era da série Love Life .  A premissa me prometia tudo aquilo que eu amava: uma comédia romântica que explorava os relacionamentos de Darby , personagem de Anna, durante uma década de sua vida. Seria uma versão de How I Met Your Mother feminina (e menos politicamente incorreta)?, pensei. Apostei meus últimos minutos acordada e acabei perdendo meu sono. Love Life ganha complexidade com o passar dos episódios.  Ela parte do princípio de que existe uma probabilidade sobre a quantidade de relações que cada ser humano terá ao longo da vida e a história acaba ganhando cenários caótico