segunda-feira, 1 de setembro de 2014

Em Que Mundo Você Vive?

Mês passado, quando estava voltando da faculdade, comecei a pensar no que me fazia feliz. E olha, eu não sabia responder. Foi preciso pensar um pouco á respeito. Não é como aquelas perguntas comuns que as pessoas costumam nos fazer, aquelas que nós até já temos uma resposta pronta na ponta da língua.

Como não consegui dormir direito naquela noite, resolvi perturbar as pessoas hehe. Fiz a seguinte pergunta: "O que te faz feliz?" para muita gente no Whatsapp. E olha, todas responderam ((: (Fiquei com medo de pensarem que era corrente e me ignorarem kk). Mesmo que algumas tenham levado dias pensando no assunto. O engraçado foi comparar as respostas, a maioria começava assim. 

- As coisas que me fazem feliz são simples.

E foi aí que eu comecei a pensar de verdade. Quer dizer que a felicidade está nas coisas simples? Então, eu não preciso ter grana, um bom emprego, um carro caro e um iphone? Já ouvi alguém dizer que o que te faz feliz é o que há dentro de você. É isso que importa.

Eu vejo isso no momento. Mas alguma vezes, nós ficamos cegos e não conseguimos enxergar essa verdade. E com isso vem a presunção, aquela de achar que nós somos os maiores e melhores em tudo. Nesse mundinho nosso que foi construído e que no fim, não vale nem a metade das coisas que realmente importam.

E o pior de tudo, é que não há culpados. Quer dizer, até existem. Mas um foi se juntando ao outro, até que agora nós não possamos distinguir vilões de super-heróis. Capitalismo, Tecnologia, Evolução. São três palavrinhas fortes, que possuem vantagens e desvantagens.

Ao contrário do que se pensa, o Capitalismo contribuiu para a diminuição da violência. Oi? Isso mesmo, antigamente uma pessoa não precisava da outra. Mas com o comércio, começou a se pensar duas vezes antes de se matar alguém, vai que ele tinha algum produto que você queria né?

Mas por incrível que pareça, eu não vejo isso na tecnologia. Eu a adoro e não acredito que ela seja a culpada. Mas ela meio que pratica o oposto. Faz com que os humanos se iludam pensando que não precisam um do outro. Isso os tornam seres individualistas e alienados. Já que sempre estão fixados em uma caixa metálica que nos distrai. Apenas isso. 

Ás vezes, parece que a internet se tornou uma válvula de escape, um lugar para se sentir seguro. Mas será que essa falsa segurança, não está nos isolando? Até que ponto é bom estar seguro? Será que segurança em excesso não nos torna mais indefesos?

Já que, se nós não descobrimos o mundo afora, como poderemos estar preparados para nos proteger dele? Ou melhor, será que algum dia iremos enfrentá-lo? Isso, eu não sei. Eu e grande parte desse planeta estamos divididos entre dois mundos: o lá de fora e o daqui de dentro. Qual será o mais feliz desses mundos? Só nos resta descobrir.

Texto: Carol Chagas
Foto: We Heart It

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pode comentar que eu não mordo :P

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...