Pular para o conteúdo principal

TOP 10: Filmes de Terror

Finalmente chegamos ao tão aguardado (nem tanto assim) Halloween, Dia das Bruxas ou qualquer outra nome para a data que seja desculpa pra vestir preto e não pedir doce na vizinhança :( 

Na verdade, a sensação que tenho é a de que estamos prestes a entrar no Carnaval. Motivos? O fim de semana é prolongado devido ao feriado e como eu moro na praia, a cidade ficará no mínimo lotada :): 

Mas enfim, como não comemoramos ao estilo tradicional, decidi fazer uma lista com alguns dos meus filmes favoritos de terror para lembrarmos da data. Confesso que como eu sou fã do gênero, foi uma tarefa extremamente difícil escolher um número limitado de histórias, mas está aí. Espero que vocês se assustem um pouquinho :P


Psicose
Eu demorei pra ver esse filme. Conhecia a trilha maravilhosa desde pequena, assim como a cena da figura acima, mas não sabia absolutamente nada sobre a história. E se você ainda não assistiu, recomendo que não leia nada, apenas veja o filme. 

O máximo que eu posso contar da história é que uma fugitiva resolve passar a noite em um hotel. Só posso falar isso. Agora, vai assistir. Motivos? É um clássico, é diferente dos filmes de terror atuais e tem uns lances surpreendentes.


O Segredo da Cabana
Ao ler a sinopse ou até mesmo no começo do filme, ele parece mais um daqueles americanos de ensino médio. Mas em uma determinada parte da história, ele impressiona. O roteiro é bem elaborado e, digamos que você fique meio sem ideia do que vai acontecer. 

Justamente ao contrário daqueles filmes em que se sabe que todo o elenco morre. O Segredo da Cabana poderia ter tranquilamente uma continuação, mas li que ninguém tem intenção de fazê-la. Sobre a história: um grupo de jovens vai passar o fim de semana em uma cabana

Pânico
Pânico é uma das minhas sagas favoritas e talvez dispense explicações, né? Uma pessoa com uma máscara mata pessoas em uma cidadezinha do interior dos Estados Unidos. 

Uma repórter surge (a linda da Courteney Cox, Mônica de Friends) para tentar ajudar a polícia a desvendar o mistério. Eu adoro a história, porém o último filme da saga deixou a desejar (minha opinião). Ah, e a série Scream foi baseada nessa história :) 

A Hora do Pesadelo
Ah, esse filme ♥ Ele tem duas versões, porém só assisti o remake lançado em 2009. A Hora do Pesadelo é aquele tipo de filme de terror que te dá susto com o som, sabe? Porém o roteiro também é incrível. 

Além desse vilão, né minha gente? Freddy Krueger é um ícone :) Pra quem não conhece a história: Esse lindo da foto acima entra dentro dos sonhos das pessoas e as mata. Porém, elas morrem de verdade na vida real. Como matar algo que só existe dentro da sua mente? Ai, assistam!

Sexta-Feira 13
Outro clássico! Confesso que nunca assisti a um dos filmes inteiros (sim, são 12 no total), porém as cenas que vi foram de tirar o fôlego. A violência é mais explícita. 

O terror aqui está mais concentrado nas cenas de morte + ver a galera fugindo do assassino que pode estar em qualquer lugar da floresta :) Resumindo a história: Jason mata as pessoas no acampamento Crystal para vingar a morte de sua mãe. 

Jogos Mortais
Outro favorito! Assisti apenas aos dois primeiros filmes, porém pretendo terminar a saga nessas férias. Jogos Mortais surpreende porque não é óbvio. O assassino não é alguém com uma arma na sua frente. 

É uma armadilha super bem bolada, onde a sua vida depende unicamente das suas escolhas. Acho o roteiro sensacional, assim como as cenas. 

Pra quem não conhece a história (contarei do primeiro filme): dois caras acordam em um banheiro e ambos estão acorrentados a uma privada. Quem os colocou e o motivo de estarem lá são apenas algumas das perguntas que irão te atormentar haha :P

Atividade Paranormal
Esse filme se assemelha na simplicidade de produção com o primeiro filme de Jogos Mortais. Os dois custaram pouquíssimo para serem produzidos e foram extremamente lucrativos. Atividade Paranormal te cutuca porque você se identifica. 

Você tem uma câmera, uma casa, uma vida normal igualzinha da galera. Ou seja, você sempre fica com carrapatos atrás da orelha se o filme é verdade ou não. O fato de parecer uma filmagem caseira faz com que tudo pareça mais real. 

Pra quem não conhece a história do primeiro filme (acho meio impossível): Katie e seu namorado Micah vivem felizinhos juntos, até que alguns eventos estranhos começam a acontecer na casa. Então, ele decide filmar o que ocorre por lá durante a noite.

Os Mensageiros
Esse filme é sofrido. Não sabia de sua existência, até minha amiga me indicá-lo. E olha, não me arrependi de assistir. As cenas dão aquele susto por meio do som que nem A Hora do Pesadelo. E confesso que dá uma certa agonia ao ver a personagem em determinadas partes do filme. 

Os Mensageiros é diferente de outros filmes de terror porque seu final surpreende, mas de um jeito bom. Ele termina de uma forma que os filmes geralmente não terminam. 

Na história: Uma família problemática se muda para uma casa esquisita, até que umas coisas macabras começam a acontecer nela. Porém, somente os filhos do casal conseguem perceber isso. Vale o play!

Premonição 3
Por que Premonição 3? Porque na minha humilde opinião, é o que tem o melhor enredo, as melhores cenas e por fim, faz você crer no que está vendo. Em todos os filmes da Saga Premonição, um acidente acontece. 

Mas antes disso, uma das vítimas prevê, faz um escândalo e convence algumas pessoas a desistir de ir a um lugar (numa montanha-russa, no caso do terceiro filme). O acidente acontece. Só que a galera que escapou começa a morrer aos poucos e das mais variadas formas. 

Achei ele mais criativo que os outros filmes, já que suas mortes são um pouquinho mais possíveis. Me deu até vontade de ver esse filme de novo!

O Chamado
Filme clássico que já deixou muita gente traumatizada. Ele mexe com o psicológico do público da mesma forma que Atividade Paranormal. Um roteiro incrível, repleto de boas atuações e efeitos. Tanto o primeiro, quanto a continuação. 

Na história, uma fita com um vídeo único circula entre as pessoas (sabe aquelas correntes?), só que 7 dias depois de assisti-la, as pessoas morrem misteriosamente. Uma mulher assiste a fita, assim como seu filho e agora lhe resta descobrir como parar isso antes que os dois morram. 

O melhor do filme é assistir a fita dentro do próprio filme e ficar meio na dúvida durante sete dias hehe :P

Filmes que Ainda Não Vi
'A Orfã' e 'O Exorcista' são dois filmes clássicos do gênero, ou seja, PRECISAM ser vistos. Eu ainda não assisti a nenhum dos dois, então não posso falar sobre os pontos fortes deles. 

Mas vendo pôsteres, trailers e ouvindo o que a galera fala já dá pra ter uma ideia de que são bons :) Sobre as personagens: uma é adotada (esse rostinho nada angelical me dá um medinho), outra é possuída. 

Bom, é isso! Eu sei que faltaram muitos filmes, mas não tinha como eu colocar todos na lista :( Espero que vocês tenham gostado e sintam-se livres para me indicar uma história, okay? Sempre adoro conhecer novos filmes :)

Um ótimo Halloween pra vocês ♥

Me acompanhem nas redes sociais:

Instagram
Facebook
Youtube
Snapchat: fasesdealice

Fotos: Google Imagens

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A Verdade Sobre os Desenhos

Como qualquer criança normal, eu passei minha infância assistindo desenhos (ainda assisto haha). Só que quando a gente cresce, passa prestar mais atenção ainda neles. Outro dia, eu descobri alguns significados ocultos de um desenho que eu assistia, e resolvi pesquisar MAIS sobre outros. Veja abaixo. 7 Monstrinhos O desenho era exibido na Tv Cultura. E quem era fã mesmo, tinha até a música de abertura decorada hehe. Tudo muito lindo, mas e se eu te dissesse que ele era uma crítica contra o nazismo? Isso mesmo. De acordo com algumas teorias, os 7 monstrinhos representariam a visão dos alemães sobre os judeus.  Eles eram vistos como monstros, possuíam o nariz bem grande, e olha só que coincidência: No campo de concentração, eram identificados por Números. Um dos personagens usava um pijama listrado bem idêntico ao uniforme que os judeus que eram presos tinham que usar, e eles também moravam no sótão (local onde os judeus se escondiam).  Bob Esponja Para o nosso que

p(r)eso.

Os prédios estavam mais altos do que o de costume e ultimamente, eu me sentia menor do que nunca. Me sentia perto o bastante de fazer coisas que quero, mas infelizmente, tão distante quanto era possível. Não haviam forças disponíveis para me restaurar e ao mesmo tempo, eu me sentia presa e predadora do que quer que estivesse à solta. Me sentia rodeada, mas não me via ali, presente. Enxergava pouco e para minha surpresa, não eram somente as luzes ao longe que estavam nebulosas. Nos últimos dias, nada mais parecia estar definido. E isso me definhava aos poucos. Me comia viva sem pedir troco, me dessensibilizava ao ponto de eu me sensibilizar com migalhas. Eu não era mais minha ou de quem quer que fosse. Isso me frustrava. Mais uma vez, me via ali estirada ao chão, como quem pede ao mundo um pouco de carinho. Sempre perto de aniversários. Ninguém continuava tendo respostas para as coincidências que apareciam em determinados meses. Será que esse ciclo torto sempre voltaria a se repetir? Eu

Fotografando #11

Foto: We Heart It Apesar de Novembro sempre ter sido considerado por mim o melhor mês do ano (já que eu faço aniversário nessa época), ele foi difícil. Em muitos aspectos. Pra falar a verdade, estou feliz que ele acabou, assim alimento aquela falsa ilusão de que dá pra começar de novo.  Mas vamos parar com o mimimi, porque também aconteceram coisas boas: me apresentei com o meu grupo de teatro e a peça não poderia ter sido melhor <3 (até fiz um vídeo mostrando os bastidores ), visitei Curitiba (acabei assistindo o show da Pitty hehe) e gravei vlog falando sobre o que eu aprendi com o teatro .  Ah, também consegui mobilizar uma galerinha para assinar uma consulta pública á respeito de um remédio que o governo planeja parar de distribuir no SUS (meu vô é um dos pacientes que sobrevive graças ao medicamento) e sou eternamente grata a todos que ajudaram . Sério ♥  E confesso que ver essa mobilização virtual por uma causa me fez pensar. Durante boa parte do mês (e na verd

espero que nunca.

Desde os 6 anos, sempre vi a morte perto demais. Nada de substancial me aconteceu nesta idade ou no restante dos anos em relação ao assunto, mas sempre senti que era questão de tempo, mesmo que o tempo em questão acontecesse somente dentro da minha cabeça. Assim como uma grande amiga,  não sei direito o que é intuição e o que é medo.  Frequentemente, essas duas linhas se cruzam e eu não consigo distingui-las muito bem. Pelo sim, pelo não, tento ignorar. Mas sempre imagino que aquela é a exceção da regra quase impraticável que se pratica na minha mente. Vai acontecer, eu sinto, tenho certeza. E nada de ruim acontece. Por mais que eu pense, repense e, de longe, vibre com isso. Não me leve a mal, não torço para que coisas ruins aconteçam, muito menos para que eu esteja certa, não tenho tanto apego à razão, como pudemos ver em todas as linhas acima. Eu  apenas minto para mim mesma e me acredito até que a vida se prove contrária . E para minha angústia, mas felicidade, ela sempre se prova.

Playlist da Semana

Oi, gente. Desculpa pela ausência aqui no blog, é que eu estou com provas e trabalhos. E até tenho bastante ideia pra posts, porém me falta tempo. Mas arranjei um minutinho pra fazer a playlist da semana, porque ela não pode faltar haha. Não sei se acontece a mesma coisa com vocês, mas eu sempre estudo com música, é como se ajudasse na concentração. Só tem uma coisa, tem que ser uma música que eu já conheça, vai entender né. Então, a playlist dessa semana está recheada de músicas antigas, que me trouxeram a nostalgia de alguns anos atrás. Então é isso, espero que vocês gostem. Prometo que quando acabar as provas, eu irei postar todo dia. Juro mesmo! Boyce Avenue feat. Diamon White - Unwritten (Cover) Sandy e Junior - Estranho Jeito de Amar Ke$ha feat. Will.i.am - Crazy Kids Jordin Sparks - Battlefield Demi Lovato - La La Land High School Musical 3 - Scream Kelly Clar

Os Signos dos Cantores

Música é uma das melhores coisas da minha vida e acredito que na de muita gente também. Ela está presente em diversos lugares e nas mais diversas línguas, mas na última semana ela está ainda mais em evidência aqui no Brasil. Sim, estou falando do Rock in Rio ♥  Inspirada nessa vibe musical, decidi fazer um post sobre os cantores, mas de um jeitinho diferente. Quem me conhece, sabe que eu amo astrologia e, geralmente, acho alguma semelhança entre pessoas do mesmo signo.  Então, para celebrar a minha mania de procurar o aniversário dos cantores, resolvi reunir muitos deles em um post :) Lembrando que podem existir diferenças nos perfis que eu descrevi, dependendo do ascendente e da posição das casas , okay? Agora vai lá, ler :P Áries Os arianos são conhecidos por iniciar, colocar em prática coisas que ainda não foram realizadas. E que, por esse motivo, sempre são lembrados por seus feitos.  Áries é o tempo de começos e isso fica ainda mais evidente ao observarmos

TOP 5: Séries Que Se Passam na Praia

As férias já estão quase no final, mas ainda temos a companhia do verão por um tempinho (até dia 20 de Março). E as praias costumam ser o local favorito da galera nos dias de calor. Como eu vivo em uma cidade litorânea há 19 anos, confesso que nem dou mais tanta bola.  Mas nem eu mesma escapo dela nos dias muito quentes. Se você não mora em nenhum lugar que tenha mar (♥), não se preocupa! Fiz uma lista com 5 séries que se passam no litoral, só pra você matar a vontade fazendo maratonas :)  Desde criança, me identifiquei muito com todas elas, tirando o fato de que eu não ia a todo momento como os personagens :P Mas isso são detalhes. Bora assistir os seriados? ;) The O.C. Em The O.C., Ryan Atwood é um adolescente que passa por muitos problemas. Logo no início da série, ele é preso por causa de seu irmão, que foi pego roubando um carro. Ryan acaba sendo solto graças a um advogado do estado.  Este sente pelo garoto e o leva para viver em sua casa. O que o menino não

Você sabe o que é Guilty Pleasure?

Há alguns anos atrás, vi a seguinte expressão em uma série (tá, foi em Glee): Guilty Pleasure . A tradução livre explica que ela se refere a algo que você gosta, mas que não é considerada como algo legal/bacana na sociedade, f azendo com que você se sinta meio culpado/envergonhado por isso.  Confesso que eu sou a rainha do Guilty Pleasure , gosto de tanta coisa que é considerada boba, que olha, a lista é grande. Desde cantores pop a séries consideradas ruins. O legal de esconder esses gostos da maioria das pessoas é encontrar gente que te entenda (te aceite haha) e que compartilhe a mesma paixãozinha secreta com você.  E olha, quando isso acontece, é extremamente libertador poder ouvir (sem vergonha) aquela música que todo mundo zoa :)  Pensando nisso tudo, resolvi fazer uma lista de coisas que se encaixam nessa expressão e assumir (nem que seja aqui no blog) algumas delas. Quem sabe um dia eu não assumo na vida real também? haha. Musicais Desde a primeira vez que