sábado, 31 de outubro de 2015

TOP 10: Filmes de Terror

Finalmente chegamos ao tão aguardado (nem tanto assim) Halloween, Dia das Bruxas ou qualquer outra nome para a data que seja desculpa pra vestir preto e não pedir doce na vizinhança :( 

Na verdade, a sensação que tenho é a de que estamos prestes a entrar no Carnaval. Motivos? O fim de semana é prolongado devido ao feriado e como eu moro na praia, a cidade ficará no mínimo lotada :): 

Mas enfim, como não comemoramos ao estilo tradicional, decidi fazer uma lista com alguns dos meus filmes favoritos de terror para lembrarmos da data. Confesso que como eu sou fã do gênero, foi uma tarefa extremamente difícil escolher um número limitado de histórias, mas está aí. Espero que vocês se assustem um pouquinho :P


Psicose
Eu demorei pra ver esse filme. Conhecia a trilha maravilhosa desde pequena, assim como a cena da figura acima, mas não sabia absolutamente nada sobre a história. E se você ainda não assistiu, recomendo que não leia nada, apenas veja o filme. 

O máximo que eu posso contar da história é que uma fugitiva resolve passar a noite em um hotel. Só posso falar isso. Agora, vai assistir. Motivos? É um clássico, é diferente dos filmes de terror atuais e tem uns lances surpreendentes.


O Segredo da Cabana
Ao ler a sinopse ou até mesmo no começo do filme, ele parece mais um daqueles americanos de ensino médio. Mas em uma determinada parte da história, ele impressiona. O roteiro é bem elaborado e, digamos que você fique meio sem ideia do que vai acontecer. 

Justamente ao contrário daqueles filmes em que se sabe que todo o elenco morre. O Segredo da Cabana poderia ter tranquilamente uma continuação, mas li que ninguém tem intenção de fazê-la. Sobre a história: um grupo de jovens vai passar o fim de semana em uma cabana

Pânico
Pânico é uma das minhas sagas favoritas e talvez dispense explicações, né? Uma pessoa com uma máscara mata pessoas em uma cidadezinha do interior dos Estados Unidos. 

Uma repórter surge (a linda da Courteney Cox, Mônica de Friends) para tentar ajudar a polícia a desvendar o mistério. Eu adoro a história, porém o último filme da saga deixou a desejar (minha opinião). Ah, e a série Scream foi baseada nessa história :) 

A Hora do Pesadelo
Ah, esse filme ♥ Ele tem duas versões, porém só assisti o remake lançado em 2009. A Hora do Pesadelo é aquele tipo de filme de terror que te dá susto com o som, sabe? Porém o roteiro também é incrível. 

Além desse vilão, né minha gente? Freddy Krueger é um ícone :) Pra quem não conhece a história: Esse lindo da foto acima entra dentro dos sonhos das pessoas e as mata. Porém, elas morrem de verdade na vida real. Como matar algo que só existe dentro da sua mente? Ai, assistam!

Sexta-Feira 13
Outro clássico! Confesso que nunca assisti a um dos filmes inteiros (sim, são 12 no total), porém as cenas que vi foram de tirar o fôlego. A violência é mais explícita. 

O terror aqui está mais concentrado nas cenas de morte + ver a galera fugindo do assassino que pode estar em qualquer lugar da floresta :) Resumindo a história: Jason mata as pessoas no acampamento Crystal para vingar a morte de sua mãe. 

Jogos Mortais
Outro favorito! Assisti apenas aos dois primeiros filmes, porém pretendo terminar a saga nessas férias. Jogos Mortais surpreende porque não é óbvio. O assassino não é alguém com uma arma na sua frente. 

É uma armadilha super bem bolada, onde a sua vida depende unicamente das suas escolhas. Acho o roteiro sensacional, assim como as cenas. 

Pra quem não conhece a história (contarei do primeiro filme): dois caras acordam em um banheiro e ambos estão acorrentados a uma privada. Quem os colocou e o motivo de estarem lá são apenas algumas das perguntas que irão te atormentar haha :P

Atividade Paranormal
Esse filme se assemelha na simplicidade de produção com o primeiro filme de Jogos Mortais. Os dois custaram pouquíssimo para serem produzidos e foram extremamente lucrativos. Atividade Paranormal te cutuca porque você se identifica. 

Você tem uma câmera, uma casa, uma vida normal igualzinha da galera. Ou seja, você sempre fica com carrapatos atrás da orelha se o filme é verdade ou não. O fato de parecer uma filmagem caseira faz com que tudo pareça mais real. 

Pra quem não conhece a história do primeiro filme (acho meio impossível): Katie e seu namorado Micah vivem felizinhos juntos, até que alguns eventos estranhos começam a acontecer na casa. Então, ele decide filmar o que ocorre por lá durante a noite.

Os Mensageiros
Esse filme é sofrido. Não sabia de sua existência, até minha amiga me indicá-lo. E olha, não me arrependi de assistir. As cenas dão aquele susto por meio do som que nem A Hora do Pesadelo. E confesso que dá uma certa agonia ao ver a personagem em determinadas partes do filme. 

Os Mensageiros é diferente de outros filmes de terror porque seu final surpreende, mas de um jeito bom. Ele termina de uma forma que os filmes geralmente não terminam. 

Na história: Uma família problemática se muda para uma casa esquisita, até que umas coisas macabras começam a acontecer nela. Porém, somente os filhos do casal conseguem perceber isso. Vale o play!

Premonição 3
Por que Premonição 3? Porque na minha humilde opinião, é o que tem o melhor enredo, as melhores cenas e por fim, faz você crer no que está vendo. Em todos os filmes da Saga Premonição, um acidente acontece. 

Mas antes disso, uma das vítimas prevê, faz um escândalo e convence algumas pessoas a desistir de ir a um lugar (numa montanha-russa, no caso do terceiro filme). O acidente acontece. Só que a galera que escapou começa a morrer aos poucos e das mais variadas formas. 

Achei ele mais criativo que os outros filmes, já que suas mortes são um pouquinho mais possíveis. Me deu até vontade de ver esse filme de novo!

O Chamado
Filme clássico que já deixou muita gente traumatizada. Ele mexe com o psicológico do público da mesma forma que Atividade Paranormal. Um roteiro incrível, repleto de boas atuações e efeitos. Tanto o primeiro, quanto a continuação. 

Na história, uma fita com um vídeo único circula entre as pessoas (sabe aquelas correntes?), só que 7 dias depois de assisti-la, as pessoas morrem misteriosamente. Uma mulher assiste a fita, assim como seu filho e agora lhe resta descobrir como parar isso antes que os dois morram. 

O melhor do filme é assistir a fita dentro do próprio filme e ficar meio na dúvida durante sete dias hehe :P

Filmes que Ainda Não Vi
'A Orfã' e 'O Exorcista' são dois filmes clássicos do gênero, ou seja, PRECISAM ser vistos. Eu ainda não assisti a nenhum dos dois, então não posso falar sobre os pontos fortes deles. 

Mas vendo pôsteres, trailers e ouvindo o que a galera fala já dá pra ter uma ideia de que são bons :) Sobre as personagens: uma é adotada (esse rostinho nada angelical me dá um medinho), outra é possuída. 

Bom, é isso! Eu sei que faltaram muitos filmes, mas não tinha como eu colocar todos na lista :( Espero que vocês tenham gostado e sintam-se livres para me indicar uma história, okay? Sempre adoro conhecer novos filmes :)

Um ótimo Halloween pra vocês ♥

Me acompanhem nas redes sociais:

Instagram
Facebook
Youtube
Snapchat: fasesdealice

Fotos: Google Imagens

quinta-feira, 29 de outubro de 2015

Trilha Sonora: Scream

No começo do mês, eu fiquei "levemente" viciada na série 'Scream' da MTV. Até a indiquei em um post aqui. Bom, ela é baseada na saga de filmes de terror Pânico

Sabe aquele cara que matava as pessoas com facadas usando uma máscara? Então, eles criaram uma nova história para os dias atuais, com um novo assassino usando uma nova máscara e matando novas vítimas :) 
Se você for curioso que nem eu, deixe para assistir a temporada com 10 episódios em um fim de semana. Porque eu garanto que você vai querer descobrir quem é a pessoa por trás dos crimes. 


O mais legal da série é o fato deles apontarem pistas ALL THE TIME (o tempo todo), só que muitas delas são falsas. Resultado? Você fica paranoico olhando para os lados á procura de um suspeito. Enfim, super recomendo! 
Outra coisa que eu simplesmente amei foi a Trilha Sonora do seriado <3 As músicas são bem atuais e tem aquele ar de coisa nova, sabe? Do mesmo jeito que Scream traz um frescor em uma história que já foi usada várias vezes no cinema. 
Os gêneros que mais aparecem são indie e pop. Mas não se assuste se aparecer mais músicas tristes do que alegres, é que personagens morrem, sabe? Então, a galera fica meio tristinha haha. 

Ah, e eu também aproveitei pra fazer esse post porque está chegando o Halloween \o/ E Scream tem tudo a ver com isso ;) Agora, vai lá dar play nas músicas ou o Ghostface vai correr atrás de você, hein?


Oh Wonder - Shark

Ruelle - Monsters

Fleurie - There's a Ghost
The DNC feat Yoni - Superfly

Wet - You're the Best

Myzica - Wait Just a Minute

Golan - Promises

Tula - River

A Música no Final dos Episódios :)
Infelizmente, só faltou a música da Daisy :( Se alguém achar, me manda o link!

Bom, é isso. Gostaram? Já viram a série? O que acharam?

Me acompanhem nas redes sociais:

Twitter
Instagram
Facebook
Youtube
Snapchat: fasesdealice

Foto e Gifs: Google Imagens + Tumblr.

terça-feira, 27 de outubro de 2015

Site: Matika

Foto: Google Imagens

Olá! Se você me acompanha no twitter (me segue ), sabe que eu fiquei ausente do blog porque estava revisando os estudos para o Enem :) Era questão de vida ou morte haha. Bom, falando nisso, se você vai prestar para alguma faculdade específica nos próximos meses, vai gostar desse post ;)

No mês passado, fiz uma lista de sites de exercícios voltados para o vestibular. O que acontece é que um tempinho depois eu recebi um e-mail do fundador de um dos sites: o Matika

Resumindo, eles gostaram da minha indicação sobre o trabalho deles, viram que eu estava estudando para o vestibular e me deram de presente um pacote deles por um mês <3 Como forma de agradecimento, decidi fazer um post contando a minha experiência e apresentando a plataforma pra quem está tentando uma vaga para a tão sonhada faculdade \o/ Afinal, existe vida pós Enem!

O Que é?
Como eu havia dito aqui, o Matika é um site voltado para o ensino da matemática (tanto álgebra, como geometria). O que é ótimo para a galera de Humanas que tem dificuldade (eu inclusa) na matéria. Dá pra usá-lo de graça ou por meio de planos pagos, então decidi dividir em dois tópicos para explicar melhor.

Versão Gratuita
Lista de Exercícios com resolução :)
Bom, o site possui módulos sobre cada tópico existente da matemática e cada um deles tem teoria e exercícios (com resolução de apenas alguns na versão gratuita). Percebi que as questões são mais objetivas (apesar de também haver exercícios do ENEM), onde o que é testado em si é o seu conhecimento sobre determinado assunto. 

Achei uma maneira legal de você saber se realmente entendeu tal conceito ou aplicação de fórmula. Além de te preparar mais para vestibulares próprios de faculdades (leia-se fuvest, uerj, ufpr, entre outras). 

Até aí, o site parece bem comum, porém é agora que ele fica divertido. Ao se deparar com a lista de exercícios, você tem 3 opções para classificar cada um deles: Consegui Fazer, Tentar Depois e Curtir. Quando você consegue resolver algum deles, você ganha pontos :) Talvez seja porque eu sou competitiva, mas eu amei esse fato.

Você pode pensar: Carol, mas são apenas pontos. Não são apenas pontos. A cada pontuação que você ganha, fica mais próximo de conquistar uma posição de destaque em um ranking. Este é composto pelos alunos do Matika. 

Também existe a área de provas, em que eles separam 10 questões para você resolver em cada módulo, e a parte de desafios, que eu recomendo para quem gosta de treinar incansavelmente as habilidades. Tudo isso que eu expliquei é a parte FREE do site. Agora vamos ao resto!

Versão Paga
Seção de perguntas: fiz uma e fui respondida com um vídeo <3
Lembram que eu falei dos exercícios? Então, na versão paga, você tem direito á resolução passo-a-passo de todos os exercícios que existem no site e á uma versão de explicação da teoria de cada módulo em formato de vídeo. 

Mas apesar de todas essas coisas, a parte que eu mais gostei foram as perguntas. Eu explico. Ao possuir determinado plano*, você pode fazer perguntas (qualquer uma, juro) para os professores que trabalham lá. 

E você ainda escolhe como quer a resposta: em vídeo (com uma maior explicação) ou em texto. O fato de você poder tirar sua dúvida com um professor, mesmo não fazendo um curso presencial é incrível <3 

Agora, se a sua grana tá curta, não se desespere. Você ainda pode fazer perguntas de dois jeitos: perguntar e esperar a resposta apenas dos usuários ou gastar seus pontos conquistados na resolução de exercícios para comprar uma pergunta. Entendeu porque eu gostei tanto dos pontos? Haha!

O Que Eu Achei de Verdade
Foto: We Heart It
Finalizando minha resenha sobre o site, o Matika é incrível e tem muito potencial para crescer, por dois motivos: o fato de seus exercícios abordarem cada situação possível de aparecer em uma prova e o suporte dado ao aluno, que não se vê em muitas plataformas de educação na internet.

Dessa maneira, você consegue se aprimorar na matéria e treinar cada parte dos tópicos. Na minha opinião, o objetivo do site não é fazer você passar de um jeito milagroso no vestibular, mas sim de você aprender. 

De um jeito bacana e de diversas formas. Porque é legal saber e não porque você PRECISA aprender. Obrigada, mais uma vez, pela oportunidade, Matika! Espero que vocês consigam ajudar muitos outros alunos, assim como me ajudaram =)

*Lembrando que existem várias formas de plano. Ou seja, nem todas as funções da versão paga estão disponíveis em todos os pacotes. Existe o plano Ouro e o Diamante (que é o que abrange tudo que eu mencionei). Para saber mais, é só clicar aqui.

E aí galera, gostaram? Me contem se alguém aí já visitou o site ou se já usa ;)

quarta-feira, 14 de outubro de 2015

Sobre Sair da Zona de Conforto

Ficou parecido? HAHAHAHA
Chego tímida e entro na livraria. A movimentação parecia como em qualquer dia normal. A única coisa que a diferenciava era um amontoado de cadeiras e uma mesa com flores encostados na janela. 

Entrei com uma vontade de dar meia-volta e ir para a sorveteria mais próxima. Mas uma vendedora observou meu olhar perdido e perguntou se eu queria comprar algo. "Lógico, mas estou sem grana", disse internamente. 

Expliquei entre um sorrisinho e outro de 'ME AJUDA' que eu havia recebido um e-mail sobre um concurso de crônicas. Para minha alegria, ela sabia do que eu estava falando. Jurava que tinha sido enganada e tudo era um trote. 

A moça me levou até uma senhorinha pra lá de sorridente e foi aí que eu olhei ao meu redor e percebi: estava cercada de idosos. Não vou negar que eu os adoro (desculpa, crianças), mas o concurso era aberto para jovens, então não pude deixar de pensar: será que ninguém tinha se inscrito? 

A senhorinha fofa perguntou o meu nome e logo me achou na lista. Em seguida, abriu um sorriso ainda maior. "Você que ganhou?". "Oi?", eu mais perdida impossível. Segundo ela, eu havia ganhado. Okay. Posso lidar com isso. 

Sentei no lugarzinho mais perto da porta, questão de sobrevivência. E lá fiquei. Aparentemente a galera se conhecia, todos pareciam estar colocando o papo em dia, sabe? 

Para fazer algo de útil, resolvi concentrar toda a minha energia em lembrar qual era a crônica que eu havia mandado para o concurso. Não é que eu seja esquecida (sou um pouco), mas eu havia me inscrito há uns 8 meses. Lembrei qual era o texto e senti como se o meu dever estivesse cumprido. 

2 pessoas da minha idade (as únicas do lugar) se sentaram do meu lado e a minha vontade foi falar loucamente com elas, porém permaneci quieta. Sabe quando dois amigos estão conversando entre eles e um estranho não tem vez? Então. 

Um cara com um microfone apareceu na frente da mesa com flores. Deduzi que ele ia entregar os prêmios. Ele começou a dar uma introdução da importância da literatura como um bom apresentador. 

E depois disso, passou a falar as categorias dos inscritos (crônica, poesia) e os nomes das pessoas e seus respectivos lugares. E é nesse momento que rolou um problema. Eu tenho uma certa dificuldade em permanecer presente (de corpo, alma e pensamento) por muito tempo em um lugar. 

Então, digamos que eu estava meio ausente quando me chamaram. Só vi diversas cabeças viradas na minha direção e instantaneamente abri um sorrisão amarelo. O apresentador me chamou lá na frente para eu buscar o prêmio. 

E o legal é que eu não sabia em que posição havia ficado. Ele elogiou o meu texto e pediu para eu falar no microfone (!!!!!!!!!!). Sou tímida como uma porta (não que portas sejam tímidas) e isso foi very complicatedMas rolou, sabe? Foi como arrancar um band-aid recém colocado :) 

Voltei á minha cadeira (MEU PORTO SEGURO). E olhei os prêmios. Havia ganhado um baú fofo, um livro de contos, um dvd com a história da minha cidade (que eu nunca soube da existência) e uma toalhinha. Procurei um número ou qualquer coisa que identifique em qual posição eu havia ficado, mas não encontrei nada. Ops. 

Aquela mesma senhorinha que me recepcionou, chegou do meu lado e disse que eu tinha direito á uma caricatura. Saí da livraria e sentei de frente para um cara estranho. Minha mãe o definiria como artista temperamental. Eu odeio olhar para o rosto das pessoas, então digamos que eu tenha saído novamente da minha zona de conforto. 

Quando o cara terminou o desenho, me perguntou em qual lugar eu havia ficado. "Migo, também queria saber", pensei né. Falei que era 1º, porque não sou humilde haha :P E ele deve ter pensado que eu era incapacitada mentalmente. Acontece. 

Minha caricatura não ficou nada parecida comigo, mas de graça ele podia me desenhar até com espinhas que eu não ligaria. Voltei ao meu lugar, bem a tempo de ver um senhorzinho usando e abusando do microfone. Não consigo explicar com palavras sobre como aquilo foi hilário. 

Por fim, a premiação acabou e até rolaram algumas comidinhas :) Foi um evento simples? Foi. Mas também foi pra lá de bonito. Qualquer dia que você saia de casa (e da zona de conforto) e quebre algumas barreiras vale a pena. 

Mesmo que isso signifique que você vá falar no microfone sobre um texto que fez num momento choroso para vários idosos e ganhe uma caricatura que não tem nada a ver com você. Experiências formam a nossa identidade e, quanto mais diversas elas forem, mais completos seremos. 

Foto e Texto: Carol Chagas

segunda-feira, 12 de outubro de 2015

Séries Que Você Precisa Ver

A temporada de séries voltou com tudo! E como eu fiquei um pouquinho empolgada com a Netflix, decidi fazer um post indicando séries que conheci nas últimas semanas :) 

Tem comédia, drama e suspense, ou seja, para todos os gostos. Ah, e se você gostar das indicações, fiz outro post parecido aqui. Espero que vocês gostem!

Happy Endings 
Jane e Brad: um dos melhores casais das séries.
Todo mundo sabe como é chato quando um casal em um grupo de amigos termina, certo? Agora imagina se a sua amiga largasse o seu amigo no altar. É isso que acontece em Happy Endings. 

Alex foge quando estava prestes a se casar com Dave, mas os dois decidem colocar as diferenças de lado para poderem manter a amizade do grupo. Além dessa história, temos Jane e Brad que são um casal um pouquinho diferente do normal. Max, que é um gay nada convencional e Penny que é a solteirona louca. 

Costumo comparar o humor da série com Friends misturado com New Girl. Happy Endings tem 3 temporadas para você dar umas boas risadas :) Sim, ela foi cancelada.

UnReal
Nós estamos vivendo em um conto de fadas.
Sabe aqueles programas de Reality Show onde um cara escolhe uma garota para casar? Então, ao assistir você já percebe o quanto aquilo é superficial. Mas e se você visse o que acontece por trás das câmeras? Esse é o enredo de UnReal. 

Na história, Rachel volta a trabalhar como assistente de produção em um desses programas (depois de ter surtado no episódio final do Reality anterior). Agora, ela terá que lidar com as consequências de seu sumiço e com o estresse da nova temporada do programa. 

O que te faz querer assistir todos os episódios de UnReal é o fato de Rachel e sua produtora (Quinn) serem extremamente manipuladoras e controlarem todos no reality

A série te faz refletir sobre a veracidade desses programas. Ah, e ela foi renovada para a 2ª temporada \o/ Quem me indicou UnReal foi a Thayná em um dos comentários aqui do blog :)

Don't Trust the B --- in the Apartment 23
Sabe o que é divertido? Álcool. 
Essa é uma daquelas séries boas para te distrair um pouquinho, mas ao mesmo tempo não te fazer perder horas e horas assistindo todas as temporadas (não é mesmo, himym?). 

A história é assim: June, uma garota do interior, se muda para NY e lá resolve dividir apartamento com alguém. O que acontece é que ela logo descobre que Chloe, sua colega de quarto, é uma Bitch (entendeu o B?). 

Inescrupulosa, egoísta e egocêntrica, mas não de todo má. Ela é uma personagem incrivelmente autêntica que mostra uma visão diferenciada da realidade. 

Enfim, a série tem uns episódios bem engraçados. Mas não se apegue: Ela foi cancelada e tem só 2 temporadas. 

Scream
Eu não volto já.
Scream é baseada nos filmes de mesmo nome (Pânico aqui no Brasil). Digamos que é uma versão mais moderna, com uma história e personagens diferentes. Não contarei o enredo, para não dar spoilers.

Bom, a série te cativa e te faz querer descobrir o assassino o tempo todo (pessoas curiosas tomem cuidado: eu devorei Scream em um fim de semana). 

O roteiro é bem elaborado e mostra pistas falsas e verdadeiras para o público, criando um ar de desconfiança de praticamente todos os personagens haha :P 

Os pontos altos: a trilha sonora (é incrível), a ironia utilizada nos diálogos, as cenas de ação/suspense e o fato de alguns personagens serem extremamente carismáticos (mais um ponto para o roteiro). 

Pontos fracos: A fraca atuação, já que em muitos dos episódios, os atores não conseguem passar uma mensagem concreta para o público. Ou seja, você não sabe se uma situação é séria ou se eles estão inseguros mesmo. 

Isso também aconteceu com Finding Carter (ambas séries da MTV). Mas o que importa é que o finale foi incrível e a série foi renovada para a 2ª temporada \o/

How to Get Away with Murder
Os mais quietos geralmente são os mais perigosos.
Sabe House? Imagina isso nos tribunais e você entenderá o quanto How to Get Away with Murder é incrível. Annalise Keating é aquela advogada que ganha todos os casos e derruba forninhos com seus argumentos. 

Ela também é professora e escolhe 5 alunos para trabalhar em seu escritório e fazerem parte de sua equipe. Todo episódio é uma história diferente sobre um caso, onde ocorrem investigações e reviravoltas sobre as pessoas no geral. 

Paralela a essa história, temos flashbacks do futuro desde o episódio piloto em que é possível entendermos que a equipe da advogada mata alguém. E somente com o desenrolar da temporada, dá pra entender de verdade o que aconteceu. 

Os diálogos são maravilhosos, assim como as atuações. O que me incomoda um pouco é a demora para desvendar situações, mas talvez seja porque eu assisti a série em pouco tempo (sim, sou dessas). Enfim, How to Get Away with Murder foi renovada para a 2ª temporada =)

E aí já assistem/assistiram alguma das séries que eu falei aqui? Contem se vocês gostaram. Ah, e me indiquem séries, pelamor haha :P 

Até um próximo post!

Foto e gifs: Google Imagens + Tumblr.

terça-feira, 6 de outubro de 2015

Por uma Rotina Mais Saudável

Eu não sou a pessoa mais saudável do mundo, na verdade, passo bem longe disso. Mas durante o primeiro semestre do ano, tive alguns probleminhas de saúde, então precisei cuidar melhor do meu corpo e mudar meus hábitos. 

Durante este tempo, descobri que sem saúde não somos nada. Vivemos em uma espécie de máquina e, se não dedicamos atenção e cuidado com ela, é questão de tempo até precisar de manutenção. 

Então é melhor "perder" alguns minutinhos ou horinhas do seu dia cuidando de si, do que ter que parar indefinidamente para um conserto. Sério, é a mais pura verdade. Por isso, resolvi fazer esse post. 

Para servir de incentivo pra alguém que precise e até pra mim mesma. Espero que você se sinta motivado ou inspirado a, pelo menos, tentar fazer algo da lista ;) Vamos lá, geração saúde!

Frutas
Eu não gosto de frutas. Pra falar a verdade, nem gosto tanto de doces assim (brigadeiro é a minha exceção haha). Mas decidi incluir pelo menos uma por dia na minha rotina, por enquanto, comecei com bananas. 

E, olha, por mais que eu detestasse na primeira semana, agora até que sinto falta quando não como. Uma dica pra quem também não gosta de fruta, é comê-la todos os dias no mesmo horário

Dizem que se você faz algo durante 21 dias seguidos, isso se torna um hábito. Então, assim que você conseguir inserir isso na sua rotina, logo passará a comer outras frutas também ;)

Salada
Também não sou fã de saladas haha. Mas decidi colocar, nem que seja uma folha no meu prato durante as refeições. O lance é comer primeiro que você já acaba com a tortura haha. 

Vale também misturar com alguma comida que você goste, seja arroz ou um molho qualquer. Com essa experiência, até acabei descobrindo que gosto de alface, mas sem tempero, sabe? 

Então a dica é você ir vendo o que gosta e adaptando isso com o que é saudável. Além de fazer um bem para o seu organismo, você também passa a conhecer melhor os seus gostos quando sai daquela dieta monótona a base de fast food. 

Exercícios
Eu até gosto de me movimentar, mas as atividades precisam fazer sentido, sabe? Adoro praticar esportes, mas não suporto a ideia de ficar uma hora dentro de uma academia. Como moro em praia, decidi caminhar á noite no calçadão. 

Não me satisfaz como um esporte, mas me faz ter mais disposição no dia-a-dia e de quebra, ainda aproveito a paisagem haha :) Se você não mora em praia, pode dar caminhadas em parques ou qualquer pracinha, ruazinha mesmo. 

É incrível como gastar a minha energia em uma horinha faz com que eu me sinta bem mais leve ao dormir. Ah, e por ter transformado em um hábito, sinto falta quando não pratico. 

A dica é tratar o exercício como um compromisso obrigatório em que você não pode faltar, isso evita que você arrume desculpas e deixe para outro dia. Incorpore a prática na sua vida, de forma que isso já faça parte da sua rotina.

Água
Foto: Carol Chagas
Até uns 3 anos atrás, se você me perguntasse, eu diria que odiava tomar água. Porém, quando comecei a trabalhar, passei a deixar um copo bem na minha frente. 

É engraçado como só o fato de ter a água do meu ladinho, já fazia com que eu a bebesse, mesmo que inconscientemente. Isso deu certo e, agora eu tomo pelo menos uns 6 copos durante o dia. 

Como também sou meio competitiva, faço uma aposta comigo mesma, preciso tentar beber pelo menos 200 ml a cada hora. A dica é deixar a água perto de você, mesmo que você não passe o dia todo sentado.

Meditação
Eu sou muito ansiosa e distraída. Então, depois de ler em vários lugares sobre os benefícios da meditação, decidi dar uma chance para a prática. No momento, não tenho conseguido praticar todos os dias, por motivos de preguiça mesmo. 

Ainda não transformei a prática em hábito, sabe? Mas durante alguns meses, meditei por dias seguidos e realmente senti uma mudança. Uma coisa maravilhosa é o fato de você prestar mais atenção no agora e ficar mais calmo em situações que você normalmente ficaria estressado.

O segredo está na respiração, ela faz com que você dê um tempo para si mesmo e simplesmente se foque no que sente. Com a correria do dia-a-dia, a gente acaba se esquecendo de nós mesmos e a meditação ajuda você a se lembrar daquilo que importa.

Bom, já deu pra entender que o hábito é a solução pra tudo, né? Espero que as minhas dicas tenham ajudado alguém que estava precisando :) E vocês? O que há de saudável nas sua rotinas? Me contem!

Fotos: We Heart It (com exceção quinta - que é minha).

sábado, 3 de outubro de 2015

AWESOME do Mês: Setembro

Em Setembro, finalmente me redimi com o blog, consegui postar mais que Agosto \o/ e também voltei a escrever crônicas :) Postei no canal do youtube um vídeo gigante cheio de perguntas sobre a Faculdade de Arquitetura

Fiz uma Playlist (só pra matar a saudade) com músicas para se desapegar de tudo aquilo que não te faz bem ou não acrescenta nada á sua vida. E os estudos continuam firmes, até dei uma dica para os vestibulandos :P 

Falando em música, também indiquei ótimos cantores nacionais, já que foi aniversário do Brasil dia 7. Bom, vou parar de blá blá e deixar vocês verem as minhas descobertas na internet durante Setembro!

Links
Foto: We Heart It
A Incrível Geração Que Está Cagando Para os Seus Protocolos Sociais
A Gentlemen's Guide to Rape Culture
Precisamos Saber Sobre Comida
Desapego é Intimidade
Anúncios Vintage (e machistas também)
What Happened in My Birth Year


Quando Tomar Uma Posição - E Quando Deixar Pra Lá
Eu sou completamente viciada nas palestras do TED, já que elas sempre tornam tudo interessante, até mesmo aqueles assuntos que não têm muito a ver com você. Outra coisa que eu amo é o fato deles tocarem numa ferida da sociedade e fazer com que você se questione á respeito disso. 

Com a palestra da Ash Beckham foi assim. Ela consegue, com bom humor e espontaneidade, abordar um assunto que não deveria ser, mas é polêmico: a homossexualidade. Acho bacana a maneira dela contar uma cena de seu cotidiano e fazer com que as pessoas se identifiquem e compreendam o lado dela.

Ryan Adams - 1989
O Ryan Adams, um cantor pouco conhecido, regravou o álbum 1989 da Taylor Swift (com o consentimento dela) e lançou nesse mês. Na sua versão, as músicas não tem aquela pegada pop, mas se aproximam mais de um estilo rock, indie. 

Confesso que algumas canções ficaram melhores com o seu ritmo (desculpa, T.S.), já outras só consigo imaginar na melodia da Taylor. No geral, recomendo o cover do álbum. O Ryan consegue trazer um ar ainda mais antigo para as letras, ele lembra aquelas bandas antigas de rock, sabe? Para ouvir é facil, ele disponibilizou todas as músicas no youtube :) 

Aline Lessa - Manhã
Encontrei essa música ma-ra-vi-lho-sa graças á página Brasileiríssimos. A voz doce da Aline meio que me conquistou de primeira e eu fui obrigada a procurar mais coisas sobre a cantora. E achei um álbum dela perdido no youtube e olha, vale a pena dar uma conferida ;)

Major Lazer & DJ Snake 

Sim, eu sei que vocês já conhecem essa música. Mas eu precisava colocá-la aqui, por motivos de: não consigo parar de cantá-la. E estou assim há umas duas semanas :P Bom, caso alguém seja mais desatualizado que eu, fica a dica pra ouvir essa música incrível!

Meet UP
Sabe quando você se muda para uma cidade nova e quer conhecer pessoas? Ou até mesmo quando você só quer fazer parte de um grupo que tenha os mesmos interesses que você? Então, o Meet UP é perfeito para isso. 

Nele, você forma ou participa de "clubes" e promove encontros entre uma galera que curte as mesmas coisas que você :) O único PS é que você só consegue encontrar um bom leque de opções em cidades maiores. As pequenas ainda não conhecem o site, mas isso não impede que você vá lá e monte um grupo você mesmo \o/ 

Imperator Experience
Recebi um e-mail da newsletter do Fernando Imperator, criador do CONACINE (Um festival online com entrevistas sobre Cinema), com o anúncio de que ele havia criado um podcast chamado "Imperator Experience". 

Pra quem não sabe (eu não sabia hehe), podcast é uma espécie de áudio digital em que podem rolar entrevistas ou qualquer outra coisa que emita um som. Pode ser uma espécie de vlog, mas só com voz. 

No caso de Imperator Experience, você pode ouvir bate-papos com muita gente bacana. Até agora, ele postou 5 episódios que estou devorando lindamente :) Já estou esperando pelos próximos! 

Se você quiser ouvir também, é só baixar o aplicativo Podcast no celular (se for android, acredito que já venha no iphone) e procurar por Imperator Experience :) Ah, e também dá pra ouvir offline, é só baixá-lo primeiro. 

Bom, é isso. Espero que vocês tenham gostado <3

Até um próximo post!

Me sigam nas redes sociais:
Twitter: @fasesdealice
Instagram: @fasesdealice
Facebook: Fases de Alice
Youtube: Carol Chagas

Fotos: Google Imagens
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...