sexta-feira, 29 de agosto de 2014

Um Dia na Bienal...

Oi, gente (: Como prometido, aqui está o post completo sobre o meu dia na Bienal do Livro em SP.

Bom, não sei se vocês sabem, mas eu moro na Baixada Santista. Saí daqui bem cedinho e fui de carro. Cheguei no Jabaquara e peguei o metrô até chegar a estação Tietê, onde fui para a Bienal com o transporte gratuito para o evento.

Eu pretendia assistir a palestra da Paula Pimenta com a Bruna Viera. Isso foi até eu chegar ao local e me deparar com a maior quantidade de pessoas que eu já vi na minha vida. Sério, eu nunca nem fui a shows. Então, multidões são coisas novas pra mim.
Além disso, por teimosia de quem foi comigo, não compramos ingressos antecipados pela internet. Resultado? Pegamos meia hora de fila desnecessária. Ao pegar a segunda fila (agora com ingresso na mão) para entrar no evento, já havia me conformado em perder a palestra.

E fui fazendo o jogo do contente. Me senti sortuda em ter a oportunidade de ir a Bienal, um lugar que eu nunca pensei que conseguiria ir. Assim que entramos, já me deparei com a loja "Top Livros", onde todos os produtos custavam até R$ 10,00.
Confesso que me senti até meio perdida em estar perto de tantos livros, sabe? Acabei comprando O Caçador de Sonhos e Geografia da Felicidade (depois que eu ler, vai ter resenha). 

Como chegamos tarde, já estávamos com fome. E aí vai uma importante dica: leve lanche de casa. Tem lugares bons para comer na praça de alimentação, porém os preços são bem abusivos, além de estarem sempre cheios de fila.

De tanto olhar estandes, acabei desenvolvendo uma tática. Olhava três livros de temas diferentes e seus respectivos preços. Ao olhá-los, já tinha uma ideia se a loja era cara ou barata. Olha, até que funcionou.
Os estandes com livros de universidade, de filosofia ou algo mais único eram bem carinhos, o que deu um aperto no meu coração. Comprei O Efeito Sombra e Contágio no estande "Grandes Livros, Pequenos Preços"

Super indico a última loja, mesmo sendo pequena e simples, tinham muitos livros incríveis. Game of Thrones, a Série Escolhido, e muitas outras séries por preços bem em conta. A partir desse momento, tentei entrar nos estandes Novo Conceito, Editora Gutenberg, Intrínseca, Arqueiro, Sextante, mas não deu muito certo.

Aparentemente, era o horário de todos os autores darem autógrafos. Ou seja, lojas cheias, filas quilométricas, mesmo que você só quisesse comprar livros, a entrada não era permitida :( Não me programei para pegar senhas de autógrafos (minha primeira vez né, dá um desconto), então não consegui de nenhum autor '-'
Consegui ver o Ziraldo e o Maurício de Souza, símbolos de minha infância (e acredito que de muita gente também) e os precursores da minha leitura. É engraçado como ideias geniais podem vir de pessoas tão simples e simpáticas.
Quem conseguir ir, vá até o estande da "Livraria São Marcos". O lugar tem muitos livros por preços ótimos. Não consegui comprar lá, por justamente estar muito cheio e não ter muito espaço pra poder ver as obras. 

Um arrependimento foi não ter tirado mais fotos do local e não ter comprado mais livros (acho que o cansaço de principiante falou mais alto). Mas o saldo foi positivo. Ir a bienal me ensinou como livros movem as pessoas.

É engraçado como uma história que você lê no seu quarto e tem um grande impacto na sua vida, também tem a mesma reação no outro. Ao contrário do que muitos pensam, livros não são para pessoas solitárias. 
O livro é uma experiência única para cada indivíduo, acrescenta mais personalidade ao ser e te faz se afastar por um momento das multidões e se divertir por um tempo consigo mesmo. E ver quanta gente é apaixonada pela mesma coisa que você só te inspira ainda mais. Nos faz crer que não somos tão diferentes e únicos e que o mundo não é assim tão desconhecido como pensamos ser. 

A experiência foi incrível. O legal é que ela ainda não está completa, levei cada pedacinho do dia comigo. Só terei uma opinião formada sobre a Bienal, quando ler os livros que comprei lá. E aí contarei pra vocês (:

Então é isso, espero que vocês tenham gostado. Um beijo, Bienal do Livro!

Fotos: Carol Chagas

2 comentários:

  1. Eu ia na Bienal dia 23, mas por muitos motivos acabei não indo. Minha escola ia dia 25, mas acabei não indo também e fiquei arrependida com os comentários que ouvi. Eu iria ganhar 20 reais para gastar em livros, então eu poderia comprar muitos com o dinheiro que eu tinha. Ano que vem com certeza eu irei, e se não der vou na Feira do Livro m fevereiro.
    photo-and-coffee.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sei como é, demorei muito tempo pra ir também, nunca dava certo. Mas agora que eu fui, vi como vale a pena. Espero que você consiga ir no próximo, eu vou tentar hehe (:

      Excluir

Pode comentar que eu não mordo :P

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...