segunda-feira, 22 de dezembro de 2014

Sobre Acreditar no Noel

Ás vezes dá uma saudade de quando a gente acreditava que o Papai Noel existia. De algum modo, algum tipo de sentimento era despertado em nós mesmos quando chegava essa época do ano. Era engraçado como a crença nos fazia mais felizes do que a verdade. 

E as crianças que já sabiam dela, se achavam maduras e até mesmo mais inteligentes do que as outras que não sabiam. Tolas eram elas que haviam perdido um precioso tempo em que poderiam estar imersas no espírito de Natal. 

Depois que você cresce, os presentes não te deixam mais tão alegres assim. É quase como se você ainda pudesse escrever uma carta para pedir algo, porém os pedidos de agora não podem vir embrulhados para serem depois colocados debaixo da árvore. É meio complexo pedir algo que depende de você, ou pior, dos outros. 

E se o Natal se tornasse uma data para agradecer e não para pedir? Tenho certeza de que todo mundo tem algo pelo qual seja grato. Por pior que seja sua situação, existe um lado bom nisso tudo. E se você não o está vendo, talvez esteja observando pelo ângulo errado.

Tente dar uma volta na árvore de Natal, ligue o pisca-pisca e observe. O que você vê? Pode ser que você não tenha uma árvore ou as luzes do seu quarto estejam apagadas. Mas o seu coração bate. E isso é um bom sinal. 

Talvez seja um milagre de Natal, será que o Papai Noel passou por aqui? Ah, esqueci que ele não existe. Ou será que existe? O Noel pode estar em muitos lugares e isso não envolve necessariamente um senhor com uma barba branca e uma roupa vermelha. 

Ele pode ser os seus pais, seus amigos, seu cachorro, qualquer ser que te ame e que te faça ver algum lado bom dessa vida. Então, acho que os maduros e inteligentes são aqueles que não procuram por puras verdades em todas as coisas, mas sim os que as enxergam nas coisas mais simples da vida. 

Como um simples sorriso de uma criança ao acreditar que o Papai Noel e a magia existem. Da próxima vez que sentir falta do espírito de Natal, agradeça. Pelo que tem, pelo que não tem. Deixa os pedidos para o Ano Novo.

Texto: Carol Chagas
Foto: We Heart It

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pode comentar que eu não mordo :P

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...