quinta-feira, 30 de abril de 2015

VLOG: Como Ser Mais Organizado

Eu sei que eu disse pra vocês que haveria uma redução na quantidade de posts, mas essa semana é exceção, já que estou compensando o meu sumiço por uma semana haha. Hoje ficou pronta a segunda parte do último vlog que eu postei sobre organização. Dessa vez, dei algumas dicas para quem quer se tornar uma pessoa organizada. 

O vídeo já estava gravado há um tempinho, mas como sempre eu enrolei um pouquinho pra editar e mais um pouco pra preparar o post. Espero que ele ajude não só os vestibulandos, mas todo mundo que anda sofrendo para organizar a vida =)

Sobre a minha tentativa de programar a vida, deixei um exemplo de como era a minha planilha, caso vocês queiram tentar também. Lembrando que organização é uma prática diária, do tipo que precisa de muita força de vontade e dedicação. Mas é claro que vale muito a pena no final.
Minha falha tentativa em controlar o tempo.
Espero que as minhas dicas tenham ajudado de alguma forma. Elas têm mudado um pouquinho a minha vida, então eu quis compartilhar o que eu aprendi com vocês. 

Ah, lembrei porque adiei tanto esse post, minha sentença começa hoje! Sem séries :( Sem filmes :( Em pleno feriado hehe. E vocês, alguém aí topou o desafio? Quero todo mundo mudando junto comigo :P 

Bom, é isso. Até o próximo post ;)

Foto: We Heart It

quarta-feira, 29 de abril de 2015

A Última Playlist da Semana

O sumiço do blog e a menor quantidade de textos que eu ando postando por aqui, tem a ver com o fato de eu estar meio cansada da tecnologia. Principalmente porque passo boa parte do meu dia (e da minha vida) como muitos de vocês na frente dessa telinha. 

Não sei até que ponto isso está sendo bom pra mim. Morro de vontade de escrever crônicas, mas confesso que quando eu começo a digitar, não sai nenhuma palavra. E isso tem me deixado muito triste, já que o que eu mais amo é escrever. 

Também adoro fazer posts para o Blog, mas confesso que tenho ficado meio esgotada e me sentindo culpada quando não consigo fazê-los, quase como se fosse uma obrigação, o que é totalmente o oposto do meu propósito. Por isso, reduzirei a quantidade de posts

Eu estava fazendo em média 3 a 4 por semana e a partir de agora, serão uns 2 (3 quando tiver um tempinho a mais). Também irei cancelar a Playlist da Semana, pois nem sempre acho músicas tão legais e que tenham a ver comigo e acabo não escutando de verdade muitas delas. 

Pretendo me dedicar mais ao canal do Youtube do blog, gravando vídeos sobre Vestibular e outros temas. Quero trazer de volta aquela minha vontade louca de dividir tudo o que eu descubro com vocês. Aquele brilho no olho, sabe? As coisas têm estado meio mortas por aqui. 

Além disso tudo, também sou vestibulanda e universitária, né? Quero viver um pouquinho haha. Enfim, o blog vai continuar sim. Porém com uma menor frequência de posts (o que consequentemente os tornarão mais completos), mais alguns vídeos e um projeto que espero que esteja pronto até o final do ano :) Bom, esta é oficialmente a última Playlist da Semana. Espero que vocês gostem! 

Erin McCarley - Into the Fire

Lifehouse - Flight

Jessie J - Flashlight

Train - To Be Loved 

The Script - Without Those Songs

Of Monsters and Men - I Of the Storm

Imagine Dragons - Smoke and Mirrors

Cold War Kids - Go Quietly
E aí o que vocês acham a respeito de tudo? E da Playlist? Preferem que ela seja mensal ou que seja postada quando eu tiver afim? haha. Um beijão pra vocês (:

Foto: We Heart It

terça-feira, 28 de abril de 2015

TOP 5: Episódios da Nina

Há algumas semanas atrás, todo mundo foi surpreendido pela decisão da atriz Nina Dobrev em deixar The Vampire Diaries. Digamos que seja difícil imaginar a série continuando sem alguém que interprete mil personagens e que viva dentro de um ▲ amoroso. 

Apesar de muita gente detestar a personagem, confesso que eu a adoro, mesmo ela bancando a burra humana/vampira em algumas situações e morrendo várias vezes desde o início da série. Além disso, é incrível ver a evolução da atuação da Nina ao longo das temporadas. 
Pudemos acompanhar bem de pertinho seu crescimento e amadurecimento, assim como o de suas personagens. E é pensando nisso, que resolvi fazer uma lista dos meus 5 episódios favoritos da atriz. Uau, vai ser difícil selecionar apenas 5 em meio a 133 exibidos nos últimos 6 anos. Por isso, burlei um pouco a regra. Dá uma olhada :)

Damon & Elena
Sobre a série, eu sou do time Delena. Sempre achei que a Elena tinha mais a ver com o Damon, por isso, os episódios em que ela se dá conta disso, são os meus favoritos. 

"Quando ela concorre a Miss Mytic Falls e eles dançam, é perceptível a mudança na maneira com que ela o vê." - 1x19

"Quando Damon está morrendo por ter sido mordido por Tyler, e ela lhe dá um beijo de despedida. Porém, ela não morre, já que Katherine traz a cura. Causando um momento meio awkward entre os dois." - 2x22
"Quando a mocinha finalmente assume (de diversas maneiras) estar gostando do ex-vilão. Mesmo estando enrolada com o irmão dele hahaha. Acontece." - 3x19

"Quando Damon não consegue voltar para o mundo dos vivos e precisa se despedir de Elena. Uma das cenas mais tristes da série. Daquelas que dão um aperto no nosso coração." - 5x22
"E enquanto ele ainda está "morto", ela decide se esquecer dele. Mas é claro que, para isso ocorrer, ela precisa se lembrar do momento exato em passou a amá-lo. O que faz com que todo o episódio seja repleto de flashbacks dos  dois." - 6x02

Família Gilbert

Uma coisa que eu sempre admirei na Elena foi o fato dela se importar com sua família. Ela sempre fez o que pôde para proteger todos, porém acabou perdendo-os aos poucos. 

E é claro que, a cada vez que isso acontecia, víamos aquela cena dramática que nos deixava meio pasmos pela reação dela após a notícia. Antes do início da série, seus pais haviam morrido em um acidente de carro, restando apenas ela e Jeremy.

"Em um determinado momento, a pessoa que havia se tornado a responsável para cuidar dela e de seu irmão, sua tia Jenna, morre. Vítima dos planos de Klaus, as duas morrem no sacrifício para que ele se tornasse híbrido. 

Elena sobrevive, pois John (seu pai biológico) dá sua vida para a garota. E consequentemente, também morre." - 2x21
"Quando Jenna morre, Alaric (que era seu namorado) passa a morar com Elena e Jeremy. Ele se torna o guardião dos dois. Porém, ele é transformado em vampiro original pela Esther (mamãe original) e é neste momento em que ele deixa de ser ele mesmo (devido também ao fato dele ter desenvolvido um alter-ego por ter morrido tantas vezes). Fazendo com que este episódio seja considerado o de sua morte." - 3x20

"Durante um plano doido para ressuscitar Silas, Katherine entrega Jeremy para que o imortal possa matar sua fome. Á princípio, Elena acredita que o anel irá ressucitá-lo e quando isso não acontece, ela enlouquece. 

E a atriz consegue expressar isso de maneira incrível, dando luz á cena mais dramática da série inteira (minha opinião)." - 4x15

Sobre Torturar a Elena
Os episódios de ação da série sempre são os mais divertidos. É bacana ver o desenrolar das atitudes das pessoas, todas com um objetivo em mente. Na maioria das vezes, a Elena era o motivo das brigas, devido ao fato dela ser a última cópia (doppleganger é tão mais bonito) ou a mais querida entre os personagens. 

Ela já foi torturada, sequestrada, morta algumas vezes, transformada em vampira, torturada novamente, enfim, já passou por diversos maus bocados. 

"Nesse episódio específico, a galerinha que estava prestes a se formar, queria fazer uma noite tradicional de veteranos. Tudo bem normal. Só que o Klaus também quis participar (saudades dele), capturando Elena e Tyler. 
Utilizando o sangue dela para transformar o segundo em escravo híbrido. É claro que a operação foi concluída com sucesso. Além disso, o Klaus também compeliu Stefan a atacar Elena e depois desligou a humanidade dele. 

Esta, apanhou, quase morreu e ainda foi ligada a diversos tubos que estavam drenando o sangue dela. O que foi interrompido, quando Damon a "resgatou"." - 3x05

Elena Desligada de sua Humanidade
Depois da morte de Jeremy, Elena desliga sua humanidade (graças a ajudinha do Damon). Ele a leva para Nova York, para que a garota se distraia, enquanto ele procura pistas á respeito de Katherine (que está em posse da cura). Porém Rebekah surge e se alia a Elena e as duas enganam Damon. 

"As duas vampiras procuram por Katherine e a encontram. O mais legal desse episódio é o encontro entre as cópias, pois a primeira, encontra a mocinha desligada. É bacana ver como a Nina conseguiu interpretar as duas e ainda mostrar a diferença de personalidade entre elas. 
O que é muito difícil, já que as duas são vampiras e não se importavam mais com ninguém. Porém, Katherine se importa, mas com ela mesma. Enquanto que a versão nova de Elena, não temia nada, nem ninguém. Ela ainda se passa por K. e se encontra com Elijah. E ele ainda a beija haha. Sério, melhor episódio. 

Ah, a história ainda termina com Elena ameaçando os irmãos Salvatore. Se eles derem a ela a cura ou tentarem mudá-la, a ex-mocinha irá matar quem encontrar pela frente." - 4x18

Katherine
Desde a primeira temporada, ficamos sabendo que a Elena não era tão única assim. Sua cópia já havia conquistado o coração dos irmãos antes dela. O que ninguém sabia era que Katherine não era tão boazinha e ingênua quanto Stefan e Damon pensavam. 

Após a descoberta de que ela estava viva e que havia enganado os dois durante anos, o público é honrado com a presença da vampira mais inteligente da trama. E é claro que sua entrada não seria nada menos que causadora de barracos. 

"No episódio em que a vemos pela primeira vez, ela surge se passando por Elena, beija Damon, transforma Caroline em vampira e ainda corta alguns dedinhos do tio John. Tudo isso sem fazer o menor esforço." - 1x22/2x01
É legal como todas as vezes em que ela passa por Mystic Falls, a cidade (e os personagens) ficam meio transtornados. Mesmo aprontando muito, é possível entender o lado da personagem, já que ela é uma sobrevivente. Katherine faz o que é preciso, com ou sem a aprovação das pessoas.

Além disso, acho incrível a transformação da Nina de Elena para Katherine. Só pela sobrancelha e pela expressão do rosto, já podemos diferenciar as personagens. Um parabéns para a vampira que mais sambou na cara de todo mundo e que morreu na 5ª temporada :/

Bom, é isso. Espero que vocês tenham gostado do post, porque deu um trabalhinho haha, mas eu amei o resultado! Esperemos que o desfecho da Elena seja digno né? Vamos confirmar isso no dia 14 de Maio. 

E aí o que vocês acham que vai acontecer? Qual é o seu episódio favorito?


Gifs: Tumblr

quarta-feira, 22 de abril de 2015

Playlist da Semana: Fim das Fugas

O que dizer dessa semana que mal começou, mas eu já considero "pakas"? Por mais que a gente faça de tudo para não ver e ignorar algo, tem horas que a vida esfrega a verdade na nossa cara. Até podemos fugir e ficar dando voltas até nos perdermos. Ou podemos ficar e tentar. 

O lema do momento é não levar as coisas tão a sério. Nem tudo precisa passar por extremos. Algumas coisas podem ser leves o bastante para nos fazerem bem. A escolha é nossa em deixar ou não. A Playlist dessa Semana é para inspirar você que precisa relaxar e parar de se afastar de tudo aquilo que surge no seu caminho. 

Rihanna - American Oxygen

Florence + The Machine - As Far As I Could Get

Shawn Mendes - Aftertaste

John Mayer - Who You Love

Kodaline - The One

Ed Sheeran - Shirtsleeves

Cold War Kids - Nights & Weekends

Misterwives - Oceans
Gostaram de alguma música? Me contem!

Foto: We Heart It

domingo, 19 de abril de 2015

As Vantagens de Ser Organizado

Eu sempre fui uma pessoa completamente desorganizada, tanto é que, uma das minhas metas para esse ano é tentar mudar esse meu lado tão bagunçado. Por causa disso, tenho lido muitos livros e blogs que falam á respeito da tão sonhada organização e têm me ajudado a entender mais esse mundo. 

Acabei percebendo que esse mero defeitinho que muita gente e eu temos, provoca uma série de complicações na nossa vida. E o pior é que, na maioria das vezes, não percebemos que nós somos os responsáveis por esse caos incontrolável. A organização é muito mais do que apenas a arrumação do seu quarto. 

Quando aprendida e exercida, ela faz com que você tenha o controle sobre sua própria vida. Bom, por que eu estou falando tudo isso? Resolvi fazer um vídeo para convencer você de que a organização é muito melhor do que você imagina. 

E como eu vou fazer isso? Te contando as vantagens desse método que pode se tornar um estilo de vida. Espero que vocês gostem (:

A falta de organização pode nos afastar daquilo que mais sonhamos alcançar. Como é o caso do vestibular. Você que também tem esse sonho, precisa reconhecer que sem disciplina e dedicação, não chegamos a lugar algum.

É por isso que eu quero dar muuuuitas dicas pra vocês, no próximo vídeo, sobre como conseguir trazer uma certa ordem para os nossos objetivos :) E aí vocês também são desorganizados? Consegui convencer vocês? Se identificaram com o vídeo? Me contem o que vocês acharam!

Até o próximo post!

Foto: We Heart It

sexta-feira, 17 de abril de 2015

Indicação de Vlogs #2

Abril é oficialmente o mês dos vlogueiros. Para quem não sabe, é nele que acontece o VEDA, onde os canais vlogam durante todos os dias durante o período. Nem todos os canais participam, mas mesmo assim, o resultado fica bem legal.

No ano passado, eu fiz uma lista aqui no blog, indicando vlogs que eu já conhecia e amava. Porém, nos últimos meses, eu assisti muitos vídeos e fiquei meio obcecada encontrei muitos canais na Youtubilândia, que valem a pena serem vistos e resolvi indicar alguns deles.

Espero que vocês gostem dessa galera! Ah, lembrando que apesar de precário, também tenho um canal no Youtube com vídeos sobre Vestibular e Faculdade (que logo serão levados mais a sério e postados com maior frequência). Então, se você quiser se inscrever, eu não vou te impedir ;)

Julia Jolie
Conheci o canal da Julia, quando ela estava fazendo intercâmbio nos Estados Unidos pelo Ciência Sem Fronteiras. Amei o fato dela compartilhar as experiências dela sobre o lugar, a cultura, a forma de pensar. 

Alguns meses depois, ela também foi pra China e fez trabalho voluntário por lá :) Além das viagens, seus vídeos são sobre dicas de inglês, descobertas científicas (ela faz Biomedicina <3) e sua opinião á respeito de temas polêmicos (haha os melhores). Para saber mais, é só clicar aqui.

Liliane Prata
Se você lia a Capricho há alguns anos atrás e sua sessão preferida era a da última página que continha uma crônica É NÓIS, saiba que você não era a única. Antes da Bruna Vieira escrevê-las, a linda da Liliane Prata que costumava preencher linhas e linhas com suas reflexões, experiências e até dando conselhos para suas leitoras.

É claro que não poderia ser muito diferente em seus vídeos. Ela fala sobre questões que ignoramos ou não paramos pra pensar sobre a sociedade, de um jeito bem leve e descontraído. Do jeitinho que ela fazia com seus textos :) É bacana ver como o modo dela de pensar abre seus horizontes, sabe? Para assistir, é só clicar aqui.

Luba TV
Eu já conhecia o Luba há alguns anos, desde o vídeo que ele gravou com a Kéfera. Mas confesso que nem parei para conhecer o seu canal pra valer. Porém, nos últimos meses, ele está na minha página de favoritos. Devorei seus vlogs e continuo acompanhando os novos. 

Todos são muito divertidos, onde ele faz as coisas mais loucas do mundo (seja por meio de perguntas ou TAGs), joga games, dá conselhos e ainda produz séries (Luba e Mint hahaha). 

Além de fazer muuuitas parcerias, que rendem boas gargalhadas, já que ele é um cara naturalmente engraçado. Para fazer parte da turma, é só se inscrever aqui porque ajuda ele pra CARALH*.

Eu Fico Loko
O canal do Christian é um dos mais populares (e engraçados) da Internet. Ele fala sobre comportamento, internet (redes sociais e afins haha), suas experiências (que fazem com que você se identifique muito) e assuntos variados do momento. 

E pra quem não sabe, o Eu Fico Loko já existe há 4 anos e, seus vlogs (minha opinião) de atualmente são muito melhores do que os antigos. Talvez seja porque ele tenha amadurecido, mas continuado com seu bom humor. Enfim, estou amando tanto o canal que já estou inscrita (: Para ser também um loucão, basta clicar aqui.

Jout Jout Prazer
O canal da Jout Jout é o mais novo da lista. Com apenas 11 meses, ele já conquistou diversos inscritos. Ela fala, com um ótimo humor, sobre relacionamentos, questões desconfortáveis sobre os humanos e até mesmo, típicas coisas sobre o cotidiano. 

Ah, e ela também é hilária quando fala com Caio, que é o namorado dela, mas também o cameraman haha. Spoiler: Você sempre vai rir com os finais com os finais dos vídeos, eles são surpreendentes. Para conhecê-la, é só clicar aqui (:


Espero que vocês tenham gostado das indicações! Se conhecerem algum vlog bacana, me indiquem ;)

Até um próximo post!

Fotos: Google Imagens

quarta-feira, 15 de abril de 2015

Playlist da Semana: Nova Temporada

Talvez o velho ditado esteja certo: "Depois da tempestade, vem a calmaria". Parece que os *rough times" acabaram e tudo está sendo colocado em seu devido lugar. Aquelas áreas da sua vida, que nem horóscopo dava jeito, estão finalmente se encaixando. 

Se minha vida fosse série, uma nova temporada estaria começando. Todas as reviravoltas e os finais sem pé nem cabeça já aconteceram e ficaram para trás. Agora nos resta lidar com essas mudanças :) 

Essa semana tem sido estranhamente maravilhosa. Engraçado como sempre que fico viciada em uma música (a primeira da lista haha), me sinto mais inspirada. Quando isso não acontece, confesso que me sinto meio vazia. 

O que importa é que a vida está aí, batendo na sua porta e te pedindo pra sorrir. Você não vai negar isso a ela não, vai? Ah, faltam 4 dias para encerrar a enquete. Você já votou? Ela está logo abaixo da bio ;)


RAIGN - Knocking On Heavens Door (Cover)


ANA VITÓRIA - Singular

Wiz Khalifa ft. Charlie Puth - See You Again

Michelle Branch - Breathe

The Band Perry - If I Die Young

Celeste Buckingham - Unpredictable

Janelle Monáe feat. Jidenna - Yoga

Mumford & Sons - The Wolf
E aí gostaram de alguma música? Conta aí, qual é a sua favorita!
*Tempos Difíceis
Foto: We Heart It

segunda-feira, 13 de abril de 2015

A Falta de Controle sobre a Vida

Dias desses, comprei um celular. Não trocava o meu há 3 anos, o que é bastante tempo, se notarmos o quão rápido algo se torna ultrapassado. Enfim, acabei ficando sem os meus contatos. Ainda posso recuperá-los no aparelho antigo, mas algo me deixou intrigada.

Eu sou o tipo de pessoa que não apaga mensagens. E o fato de eu encontrar 0 (zero) conversas  no celular novo, me trouxe uma sensação libertadora. Pode parecer bobo, mas me senti como se alguém tivesse feito uma limpeza. Aspirado o pó, varrido o chão e passado pano em tudo.

E foi aí que comecei a pensar sobre quem realmente deveria fazer parte da minha nova agenda. Muita gente adicionada nem falava comigo. Apenas mantinha o número, para caso precisasse. O que claro, nunca acontecia.

De que adianta ter 1000 amigos no Facebook, se você só fala com três? Então, pensei em decidir quem fica e quem sai. Não só nas redes sociais, mas na vida em geral. Por quem vale a pena lutar? Que tal separar quem é seu amigo de quem é seu conhecido?

Apesar de o Mark dizer o contrário, o contrato de amizade não é tão fácil como o envio de uma solicitação que dura 1 segundo. Isso leva tempo. E ás vezes, mesmo que você se dê o seu máximo, vocês se decepcionam um com o outro ou se distanciam.

Nada é garantido nessa vida, seja seus amigos ou sua família. Tudo pode desaparecer em questão de pouquíssimo tempo. Assim como o meu celular comprado em 2012, que logo se tornou obsoleto em 2013 quando inventaram a câmera frontal.

Se objetos são trocados a todo instante, por que isso seria diferente com pessoas? Nós nem temos um contrato que comprove nossa garantia. Somos um conjunto de riscos ambulante que pode fazer alguém perder tempo, dinheiro e até mesmo a vida.

Já viemos com defeito e não podemos ser trocados por outro que não seja imperfeito. A gente pode se iludir achando que temos algum controle sobre algo. Mas não temos. Não escolhemos quem aparece e quem vai embora. As coisas simplesmente acontecem.

Talvez seja por isso que eu guardo todas as mensagens, assim, posso separar o que merece ser lembrado do que deve ser esquecido. Isso é claro, até meu celular parar de funcionar e eu perder tudo :P O que pareceu o fim do mundo á princípio, logo se tornou a melhor coisa que poderia ter me acontecido.

Texto: Carol Chagas
Foto: We Heart It

sexta-feira, 10 de abril de 2015

Livro: A Lista Negra

Coincidência ou não, mas mais um livro sobre Bullying veio parar no meu colo. Á primeira vista, a história de "A Lista Negra" mais parece manchete de jornal do que história de livro. Val é uma adolescente de 16 anos, que vê sua vida mudar quando seu namorado (Nick) atira em vários alunos na escola (matando muitos deles) e se suicida logo em seguida.

O estranho é que esse plot não me chocou. Acho que a sociedade está tão "acostumada" (se é que isso é possível) aos relatos de violência gratuita antes mesmo do café da manhã, que acabamos achando tudo muito normal. 

Essa normalidade faz com que a gente não queira compreender porque um ser humano tira a vida de outro ser humano. E tem nos impedido de pensar mais profundamente á respeito disso, mesmo que os casos aumentem dia após dia. 
Bom, voltando ao livro. Por mais comum que pareça o enredo, há algo de intrigante nele. Conhecemos a história de quem sobreviveu a tiroteios e de quem conhecia o atirador. A autora nos mostra que não existem pessoas totalmente boas e pessoas totalmente ruins. 

Um indivíduo pode ter sido uma pessoa maravilhosa durante toda sua vida, mas se ele faz uma coisa muito ruim durante 1 minuto, ele é classificado como vilão. Para quem não conhece as pessoas que são protagonistas de crimes e que são rotuladas pela mídia, não é difícil construir uma imagem delas. 
Mas para quem conhece, a história é completamente diferente. E é isso que acontece com a Val que, por mais que seus amigos, sua família e a mídia berrem que seu namorado era um monstro, ela sabe que ele não era assim. 
Jennifer Brown faz com que mergulhemos nesse conflito interno da protagonista. Suas lembranças do namoro e o modo como ela precisa encarar as consequências do massacre: os encontros com os sobreviventes e as testemunhas do tiroteio são simplesmente de tirar o fôlego. 

Ah, e a Valerie ainda se sente culpada por tudo. Pois as pessoas em quem Nick atirou, estavam em sua Lista Negra. Alguns anos antes, ela começou a anotar pessoas que praticavam bullying contra ela e seu namorado passou a acrescentar alguns nomes também. Sendo esta a brincadeira favorita deles. 
Mas é claro que ela nunca imaginou que ele levaria a lista a sério. Tá vendo? Nem tudo é tão simples assim. Achei incrível o modo como Val precisa se adaptar a uma situação incrivelmente traumática e ainda ter de enfrentar os efeitos da tragédia em sua família, já que muitos a veem como cúmplice de Nick.

Mais um livro que faz a gente pensar no que fazemos para o outro e em como isso o afeta. Afinal, a gente nunca sabe o que acontece do lado de dentro das pessoas. Que tal fazer o bem para receber o bem? 

Ficha Técnica
Nome: A Lista Negra
Autor: Jennifer Brown
Editora: Gutenberg
Ano: 2009
3ª Edição
Número de Páginas: 269

E aí alguém já leu A Lista Negra? Quem não leu, ficou afim de ler?

Fotos: Carol Chagas

quarta-feira, 8 de abril de 2015

Playlist da Semana: Fora do Eixo

Já digitei e apaguei esse texto 4 vezes. Então, é oficial. Estou bloqueada. Isso geralmente acontece quando eu não consigo lidar com o que tem aqui dentro. Eu até posso escrever coisas bonitas, mas nada disso é verdade. 

É como se eu tentasse extrair cores de um quadro branco. Inútil e desnecessário. De que adianta olhar para os lados se o sinal está fechado? Deveria quebrar as regras e sair correndo ou esperar a minha vez chegar? 

Tenho ouvido tanta opinião que perdi a minha voz interior. Já não sei mais o que eu penso ou o que acho de tudo. Me perdi nos pensamentos dos outros e não sei mais voltar pra casa. Fora do eixo. Fora do tom. Simplesmente fora. 

Talvez eu me encontre nos achados e perdidos da vida. Quem sabe eles não guardaram algum pedaço meu por lá? Enquanto eu não me acho, vou me reconstruindo com a música. Acho que ela pode me ajudar.

Charli Puth feat. Meghan Trainor - Marvin Gaye

Sumack - Do Si Do

Karmin - Along the Road

London Grammar - Metal & Dust

Rhye - Open

Awolnation - I am

Lindsey Perry - $1,95

Daniel Johns - Preach
E aí já se sentiram assim? Queria saber que eu não sou a única estranha haha.

Foto: We Heart It

segunda-feira, 6 de abril de 2015

Musicais da Broadway

Preciso confessar algo pra vocês, eu sou apaixonada por musicais (: Então, quando minha amiga me perguntou se eu conhecia algum da Broadway, eu tive a ideia do post na mesma hora haha.

Fiz uma lista com os musicais mais legais (baseado na minha opinião) que já conquistaram todo mundo com suas músicas e danças. Espero que vocês gostem (: 

Grease
Esse musical é o que mais conquistou o coração da galera. Ele se passa no final dos anos 50 e mostra a vida dos adolescentes da época. Sandy se apaixona por Danny nas férias, porém tudo muda quando ela se muda de cidade e vai estudar na escola dele. 

Lá, ela percebe que sua história de amor não passou de algumas summer nights, já que ela é super certinha e ele é o bad boy da cidade. Grease ainda tem personagens incríveis como a Rizzoe e a Frenchy (: 

O musical, que virou filme, aborda amizade, namoros e até mesmo gravidez na adolescência. E ficou em cartaz na Broadway pela primeira vez em 1972.

Chicago
Diferentemente dos outros musicais, Chicago foi baseado em uma peça de teatro (que também estreou na Broadway) escrita pela repórter Maurine Dallas. Ela retrata a injustiça existente na sociedade, graças a corrupção de homens. Na história, Roxie Hart e Velma Kelly são assassinas rivais que, no início dividem a mesma cela.

Até que, Roxie (a eterna sonhadora em se tornar uma cantora) contrata o melhor advogado da cidade para que ele a inocente. Porém, as coisas vão um pouquinho longe de mais. O musical que estreou em 1975, me lembra em alguns momentos Garota Exemplar. A música acima é da adaptação para as telonas.

Hair
Sabe aquele musical que tem uma temática única e quebra todas as barreiras possíveis da sociedade? Essas são as principais características de Hair. Ele abordava a questão racial e a contracultura hippie, associada a luta contra o alistamento militar da Guerra do Vietnã. 

O grupo tribo, formado por hippies, vivem de forma "livre", com seus amores e ideais, de modo a combaterem a sociedade conservadora da época (não muito diferente de agora) que segrega pessoas e estimula o bombardeio. 

Hair estreou na Broadway em 1968. A música acima é uma das mais famosas do musical, e a cena é de sua adaptação para as telonas.

Mamma Mia!
O musical que estreou na Broadway em 2001, foi baseado nas músicas da banda ABBA. Foi entregue a missão a Catherine Johnson de criar um enredo que as unisse.

E na história, Sophie descobre que sua mãe teve um relacionamento com 3 homens em um curto período de tempo, antes de ficar grávida dela. Então, ela convida os candidatos a serem seus pais para seu casamento, para que um deles possa levá-la ao altar. Mamma Mia também foi levado para os cinemas (:

Rent
O Musical se passava nos anos 80 e retratava a vida de um grupo de jovens, que moravam m Nova York. A história aborda temas como homossexualidade, desemprego e o uso de drogas. As músicas são bem intensas e até que bem conhecidas pelas pessoas. 

O vídeo acima foi tirado do filme, reconheceram a Idina Menzel (Let it Goo)? Lembrando que o elenco (quase) inteiro participou da adaptação para as telonas :)

E aí vocês conheciam algum musical? Me digam quais faltaram!

Foto: We Heart It

sexta-feira, 3 de abril de 2015

Fotografando #3

Como todo começo de mês, cá estou eu com o Fotografando as coisas que me acompanharam durante o mês. Mesmo Março sendo bem comprido, ele acabou voando com a tonelada de coisas que eu tinha pra fazer. 

Conheci muitos cursos pela internet e comecei a fazer alguns deles. Voltei a ficar viciada em vlogs, pois conheci diversos canais. Gravei mais um vlog, que irá ao ar amanhã! Comprei um celular, já que o meu era de 2012 e não conseguia mais baixar nenhum aplicativo haha.

Passei a atualizar mais as redes sociais do blog (Instagram, Facebook e Twitter). Desisti de desistir do teatro, porque a primeira aula me fez tão bem, que me lembrou o quanto eu gosto daquele negócio. Enfim, confira o mês em fotos (:

Já falei da minha paixão pelo pôr-do-sol? Então, apesar de Março ter começado com muitas chuvas, os últimos dias do mês foram recheados por cores como essa aí acima. Foram tantas fotos, que ficou até difícil escolher a melhor.
Para quem não sabe, eu faço Comércio Exterior, e durante um passeio uma visita técnica, fomos visitar o porto de Santos (vai ter post sobre isso) e passear de escuna para conhecer o que tem por lá. 

O que acontece é que, como vocês podem ver, o tempo não estava muito agradável e tivemos um pequeno probleminha com a escuna (vai ter post sobre isso também). Essa foto é pra registrar minha perspectiva feliz de antes do passeio. Ah, e quando vi essa cena, achei que parecia o tipo de imagem que se acha no tumblr. 
Essa é a minha perspectiva de depois do passeio. Estava com fome, desesperada  cansada e com sono. E a árvore + o mar me deram uma certa esperança de voltar pra casa, sabe? (Eu vou contar isso em algum post). 

Sério, uma alegria surgiu de dentro de mim por ver terra firme, comida e um lugar que não balançasse com o movimento do mar. Sem contar que achei a foto linda. 
Não, isso não é um pôr-do-sol. Estava me arrumando pra sair quando vi que as nuvens estavam tão perfeitas. Senti que precisava registrar esse momento, mesmo já estando atrasada hehe. O importante é que compartilhei com vocês a foto (:
Em Março, os estudos começaram oficialmente. Todo dia uma matéria pra estudar, fazer exercícios e explicar pra você mesma no quarto. Postei no Instagram uma foto parecida com essa. E para o meu desespero a minha alegria, muita gente está passando pela mesma coisa.
Tenho acordado mais cedo que o normal e como acabou o horário de verão, o sol reflete diretamente na janela desse quarto. O que faz com que ela reflita no meu também, que está atrás desse (nossa, ficou confuso). Enfim, essa luz traz um pouquinho de felicidade para as minhas manhãs.
No ano passado, enviei uma crônica que escrevi no blog, para um Concurso da minha cidade. Durante a semana, recebi um e-mail dizendo que a premiação seria em um dia e local X. Quando cheguei lá, descobri que tinha sido classificada. 

Fiquei em 6º lugar, o que já é alguma coisa haha. E ganhei esse baú super fofo, um dvd, um livro e uma caricatura minha (que não ficou parecida, mas que eu gostei haha)! Saí de lá com um sorriso do tamanho de um cabide.
Eu fiquei ansiosa por esse filme e vi o trailer várias vezes. Quando consegui arrastar minha amiga pra ver essa história amorzinho, não me decepcionei (okay, talvez um pouquinho. Mas a culpa é minha e não do filme). 

Assisti no cinema e uma semana depois, assisti de novo na internet. Pretendo revê-lo amanhã, porque é o tipo de filme que você se apaixona e não quer largar mais. Fiz post sobre ele e sobre sua trilha sonora.

Bom, é isso. Espero que vocês tenham gostado das fotos. E se quiserem usá-las em algum lugar, apenas me avisem ou coloquem os créditos, okay? Um beijão e que Abril seja tão bom quanto Março ;)

Uma ótima semana pra vocês:*

Fotos: Carol Chagas (com exceção da primeira).

quarta-feira, 1 de abril de 2015

Playlist da Semana: Indiferença

Eu sempre fui do tipo que se sentia confortável estando sozinha, mas ultimamente isso tem me incomodado. Talvez eu tenha passado tempo demais comigo mesma e esteja enjoada da minha companhia. 

As piadas dos velhos amigos já não têm mais tanta graça. E aquela blusa que eu amava e não tirava do corpo parece ter perdido o brilho. Acho que algum interruptor dentro de mim deve ter quebrado e o meu cérebro provavelmente está em curto.

Aquela fase onde você não entende mais suas dúvidas e nem se lembra mais de como veio parar onde está no momento. A indiferença parece ter vindo pra ficar e isso não me incomoda. 

Acho que esse é o processo de reconstrução dos fios queimados. Talvez seja normal desaparecer um pouco do próprio corpo, deve ser uma espécie de controle de danos ou algo assim. 

Fiz essa Playlist com o intuito de me animar, vamos ver se dá certo. Ah, já estava me esquecendo. Votem lá na enquete, logo abaixo da bio. É muuuuito importante pra mim, o que custa?

Avicii - The Nights

Bethel Music - Come Awaken Love

Jessie J - Fire

Rihanna - Bitch Better Have My Money

The Strange Familiar - Unwanted

Lorde - White Teeth Teens

Sarah Jaffe - Clementine
James Bay - Let It Go
E vocês como estão? Me contem!

Foto: We Heart It 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...