sábado, 6 de maio de 2017

Não peça para eu me importar.

"Para onde foi o tempo?" é o que eu mais tenho me perguntado. Nunca fui uma pessoa altamente produtiva, mas ultimamente tem sido mais cansativo que o normal realizar obrigações. Tô tão exausta fisicamente e psicologicamente que apenas tenho vontade de existir. 

O outono faz com que minha cama pareça mais convidativa do que o normal e o hábito de ver séries que eu havia deixado de lado no ano passado me encontrou agora. Tem tanta ideia que eu tenho e queria colocar em prática, mas a distância entre o pensamento e a ação parece ter duplicado de tamanho

O ato mais simples de levar o lixo para fora da casa já me faz revirar os olhos e procrastiná-lo até que eu me esqueça que ele existe. Eu sei que é uma fase, mas quando eu me sentia assim, procurava passar o menor tempo possível dentro de casa. Mas agora as ruas não são mais as mesmas. 

Na verdade, elas continuam iguaizinhas. Eu que perdi a confiança em mim mesma. Tenho vontade de deitar no meio fio durante a noite, apenas pelo prazer de observar as estrelas que sempre foram tão minhas. Mas preciso me contentar em observá-las pela janela, deitada na cama que ora me conforta, ora me aprisiona. 

Me falta energia até mesmo para pensar. É quase como se um limbo tivesse sido criado especialmente pra mim e eu não soubesse como sair dele. Minha versão em outra fase diria "é só sair da cama e fazer algo útil ué", mas a de agora apenas não liga. 

Talvez isso seja um reflexo do meu interior, no momento ele não sente nada. No mês passado, quase diria que amava um ser humaninho pra lá de especial, mas agora é como se essas palavras não fizessem mais sentido. A vontade de estar perto de quem tá tão longe foi substituída pela necessidade de ficar sozinha. 

O tempo nublado parece colaborar com essa perspectiva. Esse céu sem cor faz sentido. Os arco-íris que se espalhavam pela casa também foram embora. E eu de certa forma, também.

Texto e foto: Carol Chagas

2 comentários:

  1. "...que apenas tenho vontade de existir."
    Só posso dizer que eu entendo. E desejo o melhor para você.

    ResponderExcluir

Pode comentar que eu não mordo :P

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...