domingo, 24 de julho de 2016

Trilha Sonora: Diversos Filmes

Fotos: Google Imagens
Sabe quando você conhece alguma música por meio de um filme e aquilo te marca? Por mais que você o tenha assistido há muito tempo, é como se de alguma forma aquela melodia ainda te lembrasse o sentimento que a história te trouxe. 

Nos últimos dias, revisitei playlists antigas minhas e descobri que as minhas favoritas da lista vinham de filmes. Inspirada nisso, decidi fazer um "Trilha Sonora" diferente: ao invés de focar em uma história só, fiz sobre diversos títulos. Vem ver se você conhece todas elas :)

The Man - Aloe Blacc (13º Distrito)

Linger - The Cranberries (Click)

Brighter than Sunshine - Aqualung (De Repente é Amor)

To be Loved - Train (Sem Saída)

Why Can't I? - Lis Phair (De Repente 30)

See You Again - Charlie Puth (Velozes e Furiosos 7)

Living Life - Kathy McCarty (Before Sunrise)

The Beach Boys - Don't Worry Baby (Nunca fui beijada/Déjà Vu)



E aí, tinha alguma música que você não conhecia? Qual?

Até um próximo post!

Follow my blog with Bloglovin

quarta-feira, 20 de julho de 2016

A teimosia morre quando a gente cansa.

Não sou taurina, mas sempre me considerei uma pessoa teimosa. Quando alguma ideia surgia na minha cabeça, eu simplesmente não conseguia parar de pensar nela. Por mais que eu tentasse me distrair e deixar quieto, isso não saía do meu pensamento enquanto eu não fizesse algo sobre aquilo. 

E eu tenho sido desse jeitinho com tudo, seja com algum sonho maluco, com uma música que me conquista ou com pessoas que são especiais pra mim de alguma forma. 

Eu costumava achar essa minha obstinação bem prazerosa e produtiva, o que não deixa de ser verdade quando eu quero produzir um texto ou colocar algum projeto em prática. Mas quando esse excesso de foco aparece nos sentimentos, nunca dá certo. 

Sou daquelas que tenta uma, duas e até mil vezes se for preciso. Porque realmente acredito que sempre dá pra fazer diferente. Porém confesso que chega uma hora que cansa. É como assistir ao mesmo filme, só que cada vez com um tipo de legenda. 

Por mais que você veja uma diferença aqui e outra ali entre as línguas, o final é sempre o mesmo. Se for romance, vai rolar amorzinho. Se for comédia, vai ter risadinha. E se for drama, vai ter lágrima. Acho que não dá pra fugir muito do desfecho daquilo que não é pra gente. 

Por mais que eu teime que algo vai dar certo, essa insistência toda não é garantia de que vou ter o que quero. Nunca é, nunca vai ser. Gosto de pensar que essa minha teimosia é a responsável pelas melhores lições que eu poderia aprender.

Já que como eu sempre insisto muito em uma coisa, quando quebro a cara e me dou conta de que não há mais nada que eu possa fazer, acabo desencanando. Não é do dia pra noite, mas depois de algum tempo, eu consigo deixar quieto. 

E então, fico assim. Bem em paz. Quer dizer, até outra ideia surgir na minha cabeça e eu começar a insistir nela. Porque no fim do dia, não tenho muito como lutar contra essa persistência, já que ela faz parte de quem eu sou. Parei de pensar que essa característica me faz perder tempo e passei a vê-la como a causadora de todas as coisinhas que eu já conquistei nessa vida.

A gente pode até não conseguir mudar o final do nosso filme preferido, mas sempre podemos pular para o próximo título. Sendo ele do mesmo gênero ou de um tipo completamente diferente do que temos visto por aí. Já que a escolha (e a teimosia) é só nossa e de mais ninguém.   

Texto e Foto: Carol Chagas

Follow my blog with Bloglovin

domingo, 17 de julho de 2016

Awesome do Mês: Junho

O que dizer de Junho? O mês passou voando, mas ao mesmo tempo tanta coisa aconteceu por aqui: Fui no maravilhoso show do Capital Inicial (♥), aprendi a fazer a famigerada lasanha, comecei a estagiar voluntariamente na Diretoria de Cultura da faculdade, assisti apresentações em um sarau e comecei a jogar LOL (pois é).

Também conferi uma mostra de filmes japoneses no cinema da universidade (é mais legal do que parece) e trabalhei no bar de uma cervejada (fiquei com vontade de realmente ter um bar e viver disso).

É engraçado como a gente só percebe a quantidade de coisas que acontece conosco, quando começamos a contar nos dedos os fatos :) Aqui no blog, escrevi alguns textinhos: um sobre a minha relação com a solidão depois que eu comecei a morar sozinha, e outro sobre o fato de fazermos nossas escolhas sem seguir conselhos alheios

Fiz um postzinho com a continuação da lista dos Covers Melhores que as Músicas Originais e outro sobre o que rolou de melhor em Maio ♥ Okay, chega de blá blá blá, pode ir ler o restante do post :)


Links
Foto: We Heart It
Here's my secret weapon: I read
As coisas mais difíceis e úteis que eu tive que aprender nos meus 20 e poucos anos
Séries e Filmes: 5 Teorias inteligentes para ficar de olho

Eu me mudei pra ser feliz
Anything is possible if you pay the price
Pessoas Solteiras são Menos Felizes?
Por que o Uber mente?
O Paradoxo da Diferentona

Depressão e Ansiedade são sinais de luta, não de fraqueza
How different colors convey different emotion in movies

Não deixe que o futuro escorra entre seus dedos
O Significado Oculto do Filme Coraline
A Liberdade é para os corajosos

Não seja um One Upper
Sobre redes sociais e desconexões
O futuro do vídeo online não é o Youtube
Sabe esse negócio de shippar e OTP? Então... não é legal.
Eu quero é ser de verdade
Ela é de amores, sem ascendentes.


Vídeos
Foto: We Heart It
Como arrumar um namorado
Vivemos na Matrix?
Término de Namoro
Como fazer amigos depois de adulto?
Médias podem te limitar
Minha amiga jogando Crossfire
Uma Carta Aberta ao Brasil
The Noite: Entrevista com Pedro Cardoso
Mapa Astral
Rabiscando a Vida #12: Dia dos Namorados
Donnie Darko: Entenda o Filme
Porque eu Quero
Portugueses, Homofobia e Controle de Armas
Transamos, e agora?
The Noite: Entrevista com Hugo Gloss

Hayley Kiyoko - Girls Like Girls

Preciso confessar que eu AMO o filme Lemonade Mouth. Acho que tem a ver com o fato de ele ser produzido pela Disney, mas não ter uma história convencional como as outras do canal sabe? 

Agora, imagine minha surpresa, quando descubro nesse post que uma das minhas personagens favoritas tem gravado várias músicas e produzido seus próprios clipes ♥ 

O meu favorito é esse acima "Girls Like Girls". Fazia muuito tempo que um vídeo não me prendia assim. É engraçado como ele faz a gente ficar curioso sobre o que vai acontecer na história. Deem o play que vocês vão amar <3

Sam Tsui - Just a Dream (For Christina)
No mês de Junho, o mundo foi surpreendido com os ataques em Orlando. E entre as mortes, uma em especial me deixou bem abalada: a da cantora Christina Grimmie. 

Assistia seus vídeos desde o começo de seu canal no youtube e, não acreditei quando soube :( O cantor Sam Tsui gravou há anos atrás o cover de "Just a Dream" com ela e agora, em homenagem, cantou novamente a música. 

Luke Christopher - Lot to Learn
Estava eu, fazendo várias nadas no twitter, quando vejo um tweet da minha amiga sobre a música "Lot to Learn". Fui ouvir sem compromisso e me apaixonei ♥ A melodia me lembra "7 years" e a letra é incrivelmente linda. Já foi pro fone de ouvido e agora faz parte da Playlist da Vida :) 

Boyce Avenue - Everlong (Cover)
De tempos em tempos, sinto a necessidade de visitar o canal do Boyce Avenue. Em uma dessas visitas, acabei conhecendo e me apaixonando por "Everlong". A melodia e a letra me prenderam de uma forma que eu não sei explicar. Procurei a original e gostei dela, porém continuo preferindo o cover <3 

Paramore - Feeling Sorry (Acoustic)
Encontrei esse acústico MARAVILHOSO de Paramore no Youtube e não larguei mais. De tanto assistir o vídeo, decorei não somente a música, como também o que a cantora fala pro público antes de cantar. 

Eu já conhecia "Feeling Sorry" há um tempinho, mas foi nessa versão que ela realmente mexeu comigo. O que dizer da Hayley? She rocks!

Simple Plan feat. Natasha Bedingfield - Jet Lag
Mesmo tendo sido lançada nos meus tempos de devoradora de clipes da MTV e do Multishow, eu nunca soube da existência dessa música. Sério, nunca mesmo. Até um amigo me falar sobre ela. 

Resolvi escutar e 2 coisas aconteceram: me apaixonei pela música e pelo clipe. O fato de ser gravado em um aeroporto só me fez ter mais saudades ainda de viajar ♥ "Jet Lag" mereceu vir pra essa lista de músicas (que ficou muito longa, confesso).  

Festival do Minuto
Fotos: Google Imagens
O Festival do Minuto é um evento criado para incentivar a produção audiovisual brasileira. Durante o ano, concursos são abertos sobre os mais variados temas para vídeos de até 1 minuto. 

O interessante da proposta é que para gravar o seu material, não é preciso ter um equipamento sofisticado, já que celulares são muito bem-vindos. Estou bem animada para inscrever algum videozinho meu no site :) Para conferir os temas disponíveis, é só clicar aqui

League of Legends
Foto: Google Imagens
Conheci uma amiga na faculdade que é viciada nesse jogo e sempre falou pra todo mundo o quanto o lolzinho era legal. De tanto ela insistir, acabei dando uma chance. Resultado? Apesar de achar um pouco complicadinho, gostei muito de jogar! 

A minha personagem favorita (e a única que eu usei até agora hehe) é a Ashe. E se você joga também, pode me adicionar lá (mouth lemonade) :) Infelizmente, não estou conseguindo jogar muito por causa de trabalhos e também porque o meu pc é extremamente lento pra atualizar o jogo. Mas deixa esse semestre acabar que eu volto pra esse mundo <3

Free to Play
Ainda sobre o assunto de jogos, me recomendaram o documentário "Free to Play". Lançado em 2014, ele conta a história de diversos jogadores de Dota 2 que participaram do torneio mundial (The International) do jogo. 

Mesmo que você não tenha tido nenhum contato na vida com esse mundo, é difícil não se emocionar com as histórias dos garotos. É incrível ver os sacrifícios que cada um faz em compromisso com a competição. 

O documentário não é sobre Dota 2, mas sim sobre pessoas e seus sonhos.  



E aí já conheciam algo dessa lista infinita? Gostaram de algo que conheceram aqui? Me contem :)

Até um próximo post!

Follow my blog with Bloglovin
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...