domingo, 27 de julho de 2014

Dicas de Filmes IV

Bom, esse é o último 'Dicas de Filmes'. Espero que vocês tenham gostado dos filmes indicados, e que essa TAG tenha, de algum modo, sido útil. Se tudo der certo, ela volta em dezembro ;) 

Ps. Vou sentir saudade de assistir filmes que nem doida, ainda mais com o friozinho que está fazendo (pelo menos onde eu moro).


Poder Sem Limites
O filme é estrelado pelo incrível Dane DeHaan (O melhor amigo do Peter em O Espetacular Homem-Aranha 2 , com sua perfeita cara de psicopata hehe). Na história, ele é Andrew. Um garoto introvertido, inteligente que sofre com problemas em casa. Em um belo dia, ele decide registrar tudo o que acontece em sua vida com uma câmera.

E é essa a perspectiva de quem vê o filme. Vemos tudo a partir do que ele filma. Em uma noite, Andrew vai a uma festa com seu primo e o amigo dele. Nela, eles descobrem um buraco na floresta e ao entrarem, algo acontece e a câmera desliga. 

Após três semanas, quando Andrew ganha uma nova câmera, pode-se ver que todos eles ganharam poderes. Força, telecinese e afins. O filme não tem muitas reviravoltas, mas te deixa bem curioso, com um gostinho de quero mais.

Brilho Eterno de uma Mente Sem Lembranças
Esse é um daqueles filmes que parece ser horrível á princípio (Ainda mais com o Jim Carrey fazendo um papel que não é cômico), porém surpreende. É uma espécie de gênero nonsense, onde o absurdo é levado ao extremo. Na história, Joel  (Jim Carrey) e Clementine ( Kate Winslet) terminam e ela decide apagar o ex da memória. 

E durante o filme inteiro, você se pergunta. Se você pudesse, apagaria suas memórias ruins ou pessoas que lhe fizeram algum mal? Você leva do filme esse questionamento. Achei incrível as cenas que se passam no subconsciente de Joel, e em como ele driblava sua própria mente para não se esquecer de Clementine. Eu super recomendo!

Diferenças e Semelhanças
O filme é interpretado pela Zoe Kazan (mesma atriz e autora de Ruby Sparks), e pelo incrível Jake Johnson (quem aí assiste New Girl /o\). Na história, ela interpreta duas irmãs gêmeas, que possuem personalidades completamente diferentes, uma é introvertida e a outra totalmente desinibida (Meio clichê, até aí). 

O que rola de diferente, é que quando as duas decidem morar juntas, a bem-sucedida morre em um acidente de carro. De algum modo, todos entendem que a irmã errada morreu, fazendo com que a irmã introvertida experimente a vida descolada de sua gêmea. Eu achei legal a mensagem passada durante toda a história. Ser você mesmo, encontrar o seu e seguir o SEU caminho. 

Mas confesso que achei meio bizarro, a garota não ficar muito triste pela morte da irmã. Ela surtou por um minuto, até conhecer um cara e se apaixonar. Se elas eram tão próximas, deveria ser mais difícil seguir em frente, certo?

Super Bad
Esse é um daqueles filmes bem comédia americana (no estilo American Pie). Onde os garotos e todo mundo do filme são meio bobos. Evan e Seth são amigos inseparáveis, que se conhecem desde a infância. Só que tudo está prestes a mudar: eles irão para faculdades diferentes. 

Para aproveitar o último ano do colégio, eles decidem arranjar bebidas (mesmo sendo menores de idade) para irem na festa que fará história em suas vidas. Só que no meio disso tudo, acontece muita confusão. E aí está a graça do filme, dá pra dar umas boas risadas. O legal é que esse sentimento de saudade antecipada é conhecido por quem termina o Ensino Médio. Então me identifiquei. 

Ps. Os atores Seth Rogen e Evan Goldberg começaram a escrever o roteiro aos treze anos de idade. Ah, e a Emma Stone também trabalha nesse filme. 

Histórias Cruzadas
Esse foi o melhor filme da semana, sem dúvida! É estrelado pela Emma Stone (O 'Dicas de Filmes começou e terminou com um filme dela haha). A história se passa na época em que havia segregação racial nos Estados Unidos. Especificamente no Sul do país (onde as pessoas eram mais preconceituosas).

No filme, vemos do início ao fim, empregadas cuidarem de crianças (até que estas cresçam e se tornem suas patroas) e fazerem todo o serviço de casa (por um salário miserável) e ainda serem humilhadas ao terem que usar um banheiro "especial" para pessoas de cor. É tudo muito triste, e você tem vontade de entrar no filme e bater nas patroas. Sério!

É aí que parece uma branquela (Emma Diva Stone) que é jornalista. E mesmo sendo da classe alta, ela é totalmente fora do padrão da sociedade da época. Trabalhava, não gostava de se arrumar e não queria se CASAR. E outra coisa, ela não aguentava mais ver como suas "amigas" e todas as outras pessoas tratavam as domésticas. 

É aí que ela decide escrever um livro com as histórias delas. E olha, acontecem tantas coisas. Recomendo demais esse filme, ele te prende do início ao fim. 

Gostaram? Me digam o que acharam nos comentários ou no twitter do blog.


Fotos: We Heart It + Google Imagens.

2 comentários:

  1. Sou mega cinéfila, ver um post desses me deixa meio zonza. Amo coisas de filmes ♥ Dos filmes que você citou eu só conhecia Super Bad e Histórias Cruzadas, mas adorei o enredo das outras. Principalmente a do primeiro. Bom, desses que já ouvi falar mas nunca assisti, não posso dizer nada. Dos outros eu até achei interessante ^^ Adorei o post.
    photo-and-coffee.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também sou apaixonada por filmes (<3), então te entendo. Acho que o meu favorito foi Histórias Cruzadas. Que bom que você gostou do post, vou retribuir a visita ;)

      Excluir

Pode comentar que eu não mordo :P

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...