segunda-feira, 30 de junho de 2014

Significado das Marcas

Com um mundo globalizado, nós nos tornamos expostos a várias marcas das mais diversas empresas. Mas com a correria do dia-a-dia, acabamos não reparando nos nomes e nos logotipos de alguns de nossos produtos favoritos. 

Pensando nisso, resolvi pesquisar o significados de 5 logomarcas que mais me deixavam intrigada e mostrar a origem delas pra vocês. 

Starbucks
A queridinha cafeteria norte-americana teve seu nome inspirado na personagem Starbuck (que era uma baleia) do livro Moby Dick. Existem duas versões da origem do logotipo da sereia de duas caudas (que sofreu diversas adaptações desde o primeiro ano da marca). 

A primeira é que representaria o alto-mar, evocando a imagem da personagem Starbuck, já a segunda é de que a imagem tenha sido tirada de um livro norueguês para marinheiros, e que a sereia representaria a atração do povo pelo café. 

Editora Abril
A editora foi fundada pelo italiano Victor Civita na cidade de São Paulo. O nome da marca é Abril, porque este é o mês onde inicia-se a primavera na Europa, de onde veio o fundador. 

Já a logomarca de uma árvore representa fertilidade, crescimento, e a cor verde representa a esperança e o otimismo. 

Canon

A empresa japonesa Canon costumava se chamar Kwanon, que significa precisão (principal característica da marca), com origem na Deusa da Misericórdia da Religião Budista Kuan Yin. Porém, foi modificada para Canon, pois esta era mais similar com o nome original e mais fácil de ser pronunciada.

LEGO
A empresa foi fundada na Dinamarca por um carpinteiro e seu filho de 12 anos, e o nome é originado de uma frase dinamarquesa Leg Godt, que significa Play Well (Brincar bem). 

Somente depois, foi descoberto que a mesma expressão em latim, significava também Unir em Latim. O que é uma coincidência, já que essa é a função dos produtos da marca LEGO.

Yahoo
Apesar do nome Yahoo significar alegria, comemoração, não foi este o motivo pelo qual a empresa escolheu o seu nome. A influência veio do livro "As Viagens de Gulliver", onde os Yahoos eram criaturas selvagens. 

Nintendo
A marca Nintendo, na verdade, é a junção de três palavras japonesas Nin Ten Do, que significam Deixe a sorte para o céu. 

E aí gostaram? Se vocês quiserem saber a origem de outras marcas, é só visitar o Blog Mundo das Marcas, que foi a fonte desse post.

Fotos: Google Imagens

sexta-feira, 27 de junho de 2014

Por Onde Anda a Rebecca Black?

Há 3 anos atrás, o hit Friday tinha sido lançado no Youtube e causava muito tumulto na internet. Afinal, quem não se lembra da música com mais críticas negativas daquele ano? O videoclipe se tornou piada por meio de memes, gifs e outros. 

Rebecca tinha 14 anos na época, e teve que amadurecer muito para poder lidar com tanta atenção, principalmente com todos os comentários e a repercussão negativa que o vídeo lhe trouxe.

E agora eu te pergunto. Por onde ela anda? Rebecca Black, agora com 17 anos, cresceu como cantora, melhorando sua voz e suas músicas. Ela possui um canal no Youtube, onde ela lança todos os seus trabalhos, ou até mesmo expõe sua opinião sobre diversos assuntos, uma espécie de vlog. 
É legal ver como ela amadureceu e conseguiu deixar todos os vestígios de seu vídeo viral fail para trás. Tanto em não ligar para haters, como também por se dedicar mais a sua voz, mostrando que sim, ela é talentosa. Apenas lançou a música errada rs, acontece. E pra comprovar que eu estou falando a verdade, coloquei os vídeos abaixo.

Rebecca Black - Sweater Weather (Cover)

Rebecca Black - In Your Words

Rebecca Black  feat. Dave Days - Stay (Cover)

Rebecca Black - Saturday
Porém ela me decepcionou ao lançar a continuação de "Friday", a música Saturday. Tanto pela música em si, quanto por fazer referências ao seu primeiro clipe, que não merecia ser lembrado. 

Mas em geral, Rebecca está com um balanço positivo. Com mais músicas boas do que ruins. E nós agradecemos por isso kk. 

E aí gostaram? Boa Friday pro cês ;)

Fotos: Google Imagens

quinta-feira, 26 de junho de 2014

O Que é Ser um Humano?


Esses dias, estava pensando em como os humanos são um paradoxo, uma contradição. Somos da mesma espécie, possuímos as mesmas características físicas, mas se formos comparar dois seres humanos, a diferença é simplesmente gritante. 

Alguns conseguem ser criativos e tão bons em algo, que conseguem outros humanos como seus fãs. E outros que possuem a mesma inteligência, conseguem ser tão destrutivos, que são lembrados por toda a eternidade, não de uma maneira legal.

E é sobre esse aspecto do ser humano, que os vídeos abaixo dizem. Todos fazem alguma referência a um lado nosso. Seja pela criatividade, pela inovação, pela nossa relação com as redes sociais, ou até mesmo com situações do nosso dia-a-dia.

Alguns são comerciais, outros são curtas ou vídeos sem fins lucrativos, mas todos nos fazem refletir sobre quem somos, seja como seres humanos ou pessoas individuais.

Tocando Violino com Cabelo

É isso mesmo que você leu. Esse músico lituano quis mostrar que todos são capazes de fazer música, mesmo que seja por meio de formas não muito convencionais. O resultado ficou incrível.

O Que Você Está Pensando?
Um vídeo simples, assim como a vida da gente, sem filtros de Instagram e legendas do Facebook. Ele mostra situações típicas que acontecem com todo mundo, sendo transformadas em posts nas redes sociais. Faz com que a gente pense se a nossa felicidade é mesmo real ou se ela é simplesmente editada.

O Poder do Cabelo
Esse é um dos comerciais mais bizzaros (uau, que gíria antiga) que eu já vi. Como vocês puderam perceber, mostra como o cabelo também é importante para os homens. A ideia é legal, e não tem como não dar uma risadinha dos efeitos dessa estrutura capilar. Ps: A forma com que o cabelo se move, me lembrou a mão da Família Adams.

Charlie Chaplin - A Gaiola do Leão
Não sei vocês, mas eu adoro cinema mudo. Ainda mais se for com o Charlie Chaplin ;) Este vídeo é apenas um dos vários curtas hilários dele, que mostram sua genialidade. É interessante ver a construção da trama e em como ela surpreende. Vale muito a pena ver.

Comercial HBO GO
A HBO fez uma das propagandas mais legais que eu já vi. Infelizmente, não consegui legendado, nem os outros vídeos, mas dá pra interpretar o que está acontecendo. O comercial mostra como, ás vezes, pode ser um pouco chato assistir televisão com os pais, seja devido as perguntas insistentes ou as cenas para maiores kk. 

E aí gostaram? Aceito indicações de vídeos ;)

Fotos: Google Imagens

quarta-feira, 25 de junho de 2014

Playlist da Semana

Foto: We Heart It
Se você é humano, provavelmente já passou por um momento tão complicado na vida, que já teve vontade de desistir. De fugir para algum lugar. Quem nunca, não? O que acontece é que não dá pra mudar de lugar, na esperança de que tudo mude. Tudo irá continuar da mesma maneira, se você não mudar onde realmente importa, dentro de você. 

Então, quando você estiver com vontade de fugir ou desistir, lembre-se que não dá pra se afastar daquilo que está dentro de nós. A melhor opção é aceitar as coisas como elas são e seguir em frente. 

A felicidade mora aí. A Playlist dessa semana fala disso tudo. Ps: Me esforcei muito para não colocar mais de uma música da banda Malta. Estou viciada!

Hullabahoos - Say Something (Cover)
Malta - Memórias
Owl City - Shooting Star
Death Cab for Cutie - A Lack of Color
MØ - Waste of Time
Bastille - Things We Lost in The Fire (Live)
City and Colour - Little Hell
Coldplay - A Sky Full of Stars
E aí gostaram? Aceito indicações de músicas (:

terça-feira, 24 de junho de 2014

O Que é Pior: Ser Adolescente ou Ser Adulto?

A coisa que eu mais odiava, quando era adolescente, eram as pessoas mais velhas falando que eu ia sentir falta do colégio, que eu tinha que aproveitar tudo porque as coisas passam rápido. Eu detestava esse tipo de papo, porque todo mundo que já foi adolescente (ou que se lembra dessa época) sabe que é UM INFERNO NA TERRA ter que aguentar fofoquinhas, intrigas entre “amigas”, bullying, professores pegando no nosso pé, lição de casa, provas, não ter dinheiro, não poder sair sozinha quando bem entender… Só pra começar. Mas então que diabos as pessoas vão sentir saudade da época de colégio? Ser adolescente é um martírio, como é que alguém pode preferir ser adolescente a ser adulto?

Bom, conversando com uma amiga ontem, ela falou uma frase que me inspirou muito: “era melhor ser adolescente e ter todo um planejamento pela frente, do que chegar agora, aos vinte e poucos anos e ver no que a nossa vida está se tornando e não ter nada o que fazer a respeito”. Eu juro que isso não é pessimista. Tá, talvez seja um pouco.

A verdade é que enquanto a gente é criança e adolescente, nossa vida está toda planejada por outras pessoas. Nossos pais e professores sabem o que é melhor pra gente, nos mantém na linha e nos cobram responsabilidades. Mas se você perguntar pra qualquer adolescente, ele sairia correndo dali no mesmo instante. Quando esse adolescente ~vira gente~, as decisões ficam pra cima dele: que vestibular você vai fazer? Pra qual faculdade? Já arrumou estágio? Em que área você quer trabalhar? É tipo sair da primeira fase do jogo no modo easy e do nada ser jogado pro último chefão no nível hard.

Por isso rola uma crise de ser bombardeado por mil decisões ao mesmo tempo e, ainda por cima, o medo de fazer as escolhas erradas. Ora, meus pais conseguiram me manter viva por 17, 18 anos… E agora eu vou lá e jogo fora todos esses anos de educação fazendo… artes plásticas. Ou qualquer outro curso que pareça super legal, mas não vai me dar um tostão depois de formada.

A dificuldade em ser adolescente é enxergar que as decisões que estão sendo tomadas POR nós não são castigo e, na maioria, são pro nosso bem. Já a dificuldade em ser adulto é ter que encarar essas decisões sozinho e não pedir nem uma ajudinha pros seus pais. Ou então, se você fracassar, saber que não vai ter uma recuperação, trabalhinho valendo nota nem nada do tipo pra te ajudar a sair do buraco. Na vida adulta você está sozinho e se você se der mal, ninguém liga. 

Eu e meus amigos estamos naquela fase onde a faculdade já acabou e temos que decidir onde trabalhar ou, no caso de alguns, engatar logo um mestrado. A gente tenta se acostumar com a ideia, mas não dá pra evitar: uma decisão vai ter que ser tomada, cedo ou tarde. Parece que no final das contas, não dá pra vencer: ser adolescente é bem ruim e ser adulto também é bem ruim. Não dá pra pensar que crescendo nossos problemas vão desaparecer ou ficar mais fáceis. Eles ficam tão difíceis quanto a gente pode lidar. Por isso, em perspectiva, ser adolescente parece ser mais fácil: porque já passamos por aquilo e já superamos aquela situação. 

Não me entenda mal, ser adulto é legal! A gente tem nosso próprio dinheiro, não tem que ir pro colégio pra aprender “coisas inúteis”, como química e física, não precisa pedir permissão pra fazer nada… Mas às vezes a permissão faz falta, pra gente ter um norte: se meu pai não deixa, não deve ser legal.


O texto foi escrito por Luísa Clasen (do Vlog: Lully de Verdade) e postado no blog Depois dos Quinze. Na Tag No Fundo do Armário, postamos textos de diversos autores. A foto também é a mesma utilizada no post original.

segunda-feira, 23 de junho de 2014

Como Ser + Criativo.

Agora que chegaram as férias, temos mais tempo (teoricamente) para nos dedicarmos a diversas atividade e projetos. Ou seja, saímos daquela correria e temos mais liberdade para sermos criativos. Isso me leva a uma pergunta. Você se considera criativo? 

Deixa eu te contar uma coisa, todos nós somos. Até mesmo aquele cara que é super metódico, possui criatividade. A Criatividade é como um músculo, o que acontece é que nem todos fazem exercícios para que ela se desenvolva.

Você pode pensar que ela só serve para quem trabalha com Comunicação ou Artes, mas está enganado. Quem estimula esse pequeno, porém grande músculo, é capaz de elaborar soluções criativas para qualquer situação. 

Isso mesmo! Seja engenheiro, médico, publicitário. Todo ser humano possui e deveria desenvolver essa característica, que pode ajudar muito na vida.

Pensando nisso, fiz uma lista de coisas que podem estimular sua criatividade, além de algumas dicas para que a tão sonhada inspiração apareça. Espero que elas funcionem pra vocês.

Lavar Louça
Parece piada, mas funciona. Lavar uma pilha de louça, aparentemente faz você pensar na vida e em coisas que você precisa fazer, isso aflora a criatividade. Sempre saio da pia com uma nova ideia, ou com uma solução para um problema. Qualquer coisa que saia ali, vale a pena anotar.


Brainstorming
Essa técnica é muito utilizada nas empresas, e pode ser feita individualmente ou em grupo. Consiste em decidir qual é o objetivo, o por quê de você querer ter uma ideia, e depois disparar qualquer coisa que passe pela sua mente. 

A dica é: Anote tudo o que for pensado, mas não considere a primeira ideia de cara. Pense em várias possibilidades, antes de já seguir um pensamento.

Fazer algo diferente
Seja ler algo novo, conhecer pessoas, viajar para um lugar diferente, escutar uma nova música. Qualquer coisa que saia da sua rotina, irá fazer você analisar as coisas de uma perspectiva diferente, e assim ter novas ideias.

Fugir do Projeto
Geralmente quando você precisa criar algo para um projeto específico, que tenha um prazo ou algo do tipo, há pressão. E se tiver pressão, há uma grande chance de que você fique bloqueado. 

Acho que todo mundo já passou por isso, mas a melhor solução para esse probleminha criado pela nossa própria mente, é fugir do que queremos fazer. Esquecermos a ideia de que precisamos pensar em algo. Isso se associa a dica anterior.

Trabalhar com Pessoas
Geralmente, a criatividade é compreendida como um trabalho individual. O que não é verdade. Conviver com pessoas criativas, estimula ainda mais o seu lado criativo. A cooperação com o outro é útil na hora da inspiração, da escolha de ideias e até mesmo, na hora de colocá-las em prática.

Se Arriscar
A principal característica de pessoas que estimulam a criatividade é a vontade de se arriscar. Ou seja, pare de se preocupar com que os outros pensam de você, ou do que irão pensar sobre as suas ideias. Não tenha medo de expor suas criações ou de cometer erros. Afinal, como você vai saber se acertou, sem nunca ter errado antes?

Bom, além das dicas, achei esse vídeo, que fala sobre 29 Maneiras de se Tornar Criativo. Já adianto, todas são muito úteis. 

29 Maneiras de se Tornar Criativo
E aí gostaram? Agora é só praticar.

Fotos: We Heart It

sexta-feira, 20 de junho de 2014

Livro: Azar do Personagem

Foto: Google Imagens
Lembram quando fui pra Porto Alegre? Então, eu comprei vários livros em ótimo estado em feirinhas, um desses foi o Azar do Personagem. Comprei em fevereiro, mas só parei pra ler agora. O livro é um conjunto de contos, que á primeira vista, parecem ser independentes, mas com o passar das páginas, percebe-se que todos se interligam.

Reginaldo Pujol Filho conta com bom humor, as desventuras de seus personagens. A primeira coisa a se elogiar é a criatividade, já que o autor foge de qualquer padrão, ele cria sua própria estrutura característica. As histórias são bem engraçadas, e os meus contos preferidos são A Batatinha Virou Contra o Feiticeiro, Rascunho de Deus e Sou Brasileiro/Com Orgulho/Dá-lhe, Dá-lhe.

Lembram quando eu falei de Teatro do Absurdo? Aquele tipo de humor que parece ser absurdo, porém faz uma crítica á sociedade (Exemplos: Porta dos Fundos, Alice no País das Maravilhas). 

É assim que eu descreveria o livro de Reginaldo. Apesar de o livro ser de 2007, o conteúdo continua incrivelmente atual e extremamente reflexivo. E o que é mais legal, as histórias são brasileiras, fazem parte de nosso dia-a-dia, o que faz com que se torne mais fácil de se identificar com elas.

O livro é fino, contém 14 contos, e é ótimo para quem ainda não curte muito a leitura. Possui uma linguagem fácil, quase como se você estivesse lendo uma tirinha. Mas ao mesmo tempo, as histórias vão além do que esperamos, dando um nó no leitor, é claro que isso só faz parte do jogo de palavras e estruturas. 

Ah, só mais uma observação: Esse foi o primeiro livro que eu reparei na editora. Além do logo ser bem original, o próprio nome (não-editora) me intrigou logo no começo do livro.

Enfim, um livro sobre o Brasil, a sociedade, o ser humano e como todos nós estamos presos nessa bagunça chamada Vida.

Ficha Técnica
Nome: Azar do Personagem
Autora: Reginaldo Pujol Filho
Editora: Não-Editora
Número de Páginas: 115
Ano: 2007

quarta-feira, 18 de junho de 2014

Playlist da Semana: Dúvidas

Foto: We Heart It
Oi, gente. Bom, essa não foi uma das semanas mais fáceis para mim. Mas se eu adquiri algo de bom nisso tudo, foram algumas lições. Longe de mim dar conselhos, já que eu acredito que o ser humano só aprende sofrendo, mas como eu adoro me contradizer, vamos lá. 

Quando você passa por alguma situação nova, é normal ficar sem saber o que fazer. Não é como se tivéssemos que saber a resposta para todas as perguntas do universo. Você vai ficar extremamente confuso, e irá pedir conselhos para amigos/parentes e afins. 

Isso poderá te trazer um certo alívio na hora, mas escutar a opinião do outro, pode te deixar ainda mais confuso a longo prazo. 

É meio livro de auto-ajuda (nada contra) o que eu vou dizer, mas a resposta está dentro de você. Pode demorar um pouco mais do que sair á procura de respostas alheias, mas a verdadeira solução para o seu conflito, já existe. 

Você só precisa ter mais calma e paciência e aprender a olhar melhor para seu interior. E pra te ajudar nessa busca, resolvi fazer uma Playlist especial. Espero que vocês gostem (:

Bridgit Mendler - Love Will Tell Us Where to Go
Two Door Cinema Club - What You Know
Barcelona - Lose Control
Carolina Liar - Show Me What I'm Looking For
The Script feat. Will.i.am - Hall of Fame
Leandro Léo - O Rei da Palavra
Nicki Minaj - Pills N Potions
Demi Lovato - Give Me Love (Cover)
E aí gostaram?

segunda-feira, 16 de junho de 2014

Os Pontos Finais da Vida

Pontos finais são difíceis. Sou mais a garota das vírgulas. Ou até mesmo das reticências. Talvez seja porque eu não gosto de finais em geral. Porque eles são os mais intrigantes de se identificar. 

Você sempre sabe quando é o começo e o meio. Mas os finais são difíceis de saber. Normalmente, eles se dissipam com o tempo, se esfriam e se distanciam, até que a grande quantidade de espaço não seja mais um problema. Até que você se acostume. 

É como se olhar no espelho e não reconhecer seu próprio reflexo. É como se, por mais que você se esforce, aquilo que fazia seu coração disparar, agora mal passa pela sua mente. Vela que queima e se transforma em sabe-se lá o quê. Um quase amor que não acontece. Uma amizade que vai pro espaço. Difícil não? Ou talvez eu só pense demais.

Até tento tirar algumas coisas da minha cabeça, mas as ideias simplesmente não conseguem me deixar. Não tenho muito como evitar. Minha benção e meu tormento. Meu presente e meu castigo. 

Os finais também trazem arrependimento e saudade. Duas das coisas que me tiram de meu ser. Eu sinto saudade de como éramos, não de como somos. Saudade do sentimento, não de você. 

Uma lágrima invisível escorre de mim, quando vejo seu rosto. É o arrependimento. Ter dado um novo parágrafo, para o que já tinha um ponto final. Permanecer na mesma página, quando claramente, nós já estávamos em livros diferentes.

Outro contexto. Outros personagens. O talvez é que mata. Teria sido melhor deixar as coisas como estavam? Ou arriscar uma vez na vida, e dar uma chance para a maré que já tinha passado? Escolhemos a segunda opção. 

E com nossas dúvidas, desentendimentos e sentimentos contrários, tentamos. Pode não ter sido a escolha mais sábia, mas foi o que conseguimos. 

Não esperamos o "E se...", fizemos acontecer. E eu me orgulho disso, de ter tentado. Trouxe consequências, mudou destinos. Mas talvez, isso tudo já estava previsto. Quem sabe? Só sei que saí da minha bolha de auto proteção, me machuquei e descobri que estava viva. Afinal, se machucar não é legal, mas sempre traz coisas boas. E você, já colocou um ponto final?

Texto: Carol Chagas
Foto: We Heart It

domingo, 15 de junho de 2014

Dica de App: Superplayer

Oi, galera. O post de hoje traz uma dica incrível para vocês. Quem aí adora música, levanta mão \o/. Então, encontrei esses dias, um dos melhores sites/app que eu já vi na vida. O Superplayer é especializado em fazer Playlists. Até aí tudo parece normal, certo? Errado. 

Ele monta Playlists baseado em sentimentos, atividades, gênero musical, e ainda há uma parte de especiais (As 20 mais tocadas, cantores de um hit só kk). Não entendeu? Eu explico. Você está arrumando a casa, e surge a vontade de ouvir música. Em vez de você ter que escolher as músicas que você quer ouvir, e perder algum tempo, o Superplayer faz uma Playlist pra você.
E ainda tem mais, você acaba conhecendo músicas novas ou melhor, descobrindo o nome de músicas que você sempre gostou. No momento, estou ouvindo a Playlist do sentimento Animado. A variedade de temas é gigante, e eles sempre criam mais toda semana. Ai, gente tem coisa melhor que música ? <3 
Vocês podem entrar no site, e pra quem não fica muito no pc, dá pra baixar por android mesmo, só entrar na playstore e colocar o nome Radio Superplayer, e baixar. É grátis e vale a pena ;)

Fotos: Google Imagens

sábado, 14 de junho de 2014

Indicação Musical: Tanya Lacey

Há algum tempo, enquanto estava procurando músicas para a Playlist da Semana, encontrei a cantora Tanya Lacey. Nascida em Bristol (Inglaterra), a cantora, compositora e rapper me surpreendeu de cara com seu hit Now That You're Gone. Fui ouvir mais algumas músicas de seu cd, e adivinha? Me surpreendi mais ainda por ter gostado.
Tanya tem um som bem diferente do que se ouve por aí, com uma voz impecável, seu som é bem soul/R&B, mas também é influenciado pelas batidas do hip-hop. 

Ela já participou de uma banda de Reggae, compôs a música T.H.E. para o Will.i.am e ainda foi backing vocal de alguns shows de Bruno Mars. Com suas letras profundas e criativas, tenho certeza que ela também vai conquistar você.

Tanya Lacey - Now That You're Gone

Tanya Lacey - Born To Fly

Tanya Lacey - Gretness
E aí gostaram? Quem gostou, e ficou com vontade de ouvir mais, é só entrar aqui ou aqui.

Fotos: Google Imagens

quinta-feira, 12 de junho de 2014

Os Casais das Séries

Fotos: Google Imagens
Oi, galera. Bom, Feliz Dia dos Namorados. Pra quem namora é mais um motivo pra passar o dia juntinho, ainda mais com o povo se reunindo pra assistir a Abertura da Copa. E pra quem não namora, o dia não importa muito mesmo. 

Como eu sempre uso a desculpa de datas comemorativas para fazer listas de algo que tenha a ver com séries, nesse dia 12 não seria diferente. Pensando no espírito do dia, resolvi fazer uma lista com os meus casais favoritos das séries.

Ross e Rachel
Bom, o primeiro casal é da minha série favorita F.R.I.E.N.D.S. Ross era apaixonado por Rachel quando adolescente, mas por ser tímido e ela ser popular, nunca tiveram uma chance. Quando se reencontram mais velhos, ele apaixona-se novamente por ela, e os dois conseguem ficar juntos. 

Porém, durante uma briga, os dois dão um tempo (Um Break hehe - quem assistiu vai entender), e ele dorme com outra mulher. Os dois terminam, se tornam amigos, e um tempo depois acabam dormindo juntos. 

Depois dessa noite, Rachel fica grávida (Ah, e eles se casam bêbados também). A história dos dois é marcada por idas e vindas, mas no final os dois ficam juntos. Um dos casais mais apaixonantes de todas séries.

Damon e Elena
Se for parar para pensar, Damon e Elena (Delena) ficaram mais separados do que juntos em The Vampire Diaries. Ele era o vilão, e ela a mocinha, o que fazia com que os dois brigassem muito. 

Ela namorava com Stefan, irmão de Damon, mas o público e os personagens percebiam que havia química entre a namorada e o cunhado. Demorou algum tempo para que Elena assumisse seus sentimentos por Damon, mas conforme ele foi se tornando mais humano, digamos que não ficou muito difícil para ela.

Rachel e Finn
Rachel era (ou ainda é?) uma egocêntrica talentosa e excluída no colégio, já Finn era o astro do Futebol e popular. Olha, no começo eu não torcia pelo principal casal de Glee, mas quando eu vi que o que os dois sentiam era realmente forte, e que eles estavam amadurecendo (e muito!) com o relacionamento, passei a gostar dos dois juntos. Eles tiveram alguns desentendimentos, mas até a última temporada gravada, ninguém duvidava que Rachel e Finn não ficariam juntos.

House e Cuddy
House era um médico presunçoso, porém muito inteligente, e Cuddy era sua chefe e sabia disso, o aturando pelo seu talento. Durante as temporadas, vimos os dois brigando, discutindo, mas de alguma forma se importando um com outro. 

No final da 6ª temporada, os dois ficam juntos, porém o relacionamento não dura muito tempo, devido a incompatibilidade dos dois, que eram muito temperamentais e diferentes. É uma pena, já que os fãs da série adoravam o casal.

Blair e Chuck
Ela é uma patricinha arrogante, ele é um playboy arrogante. Quem diria que tanta arrogância daria espaço para o amor? Blair e Chuck eram aliados/colegas, até que depois de um dia bêbados, os dois dormem juntos. 

Detalhe que Blair, na época, namorava com Nate, o melhor amigo de Chuck. Mesmo sendo apaixonados um pelo outro, o orgulho fica muitas vezes entre eles, o que faz com que não assumam o que sintam. Mas, vocês sabem que no final dá tudo certo, não é?

Stefan e Elena
Stefan e Elena se apaixonaram desde o primeiro momento em que se viram. Ela se sentia triste com a morte dos pais e ele se sentia culpado por ser quem era. Mesmo quando Elena descobre seus segredos, ela o aceita, e os dois superam todas as dificuldades que aparecem. 

A única coisa que atrapalha o casal é o fato de que ela, também se apaixona por seu irmão, e os dois acabam terminando. Mas depois de um tempo, se tornam bons amigos.

Monica e Chandler
Esse casal também é da série Friends, e apesar de não existir desde a 1ª temporada, os dois ganham muita importância e o carinho dos fãs. Eles eram bons amigos, mas durante uma noite em Londres, Monica procura o amigo bêbada, e os dois dormem juntos. 

Porém, a atração entre eles se torna muito forte e mais tarde se transforma em amor. Os dois são muito engraçados juntos, e um dos casais mais companheiros que existem nas séries. 

Logan e Veronica
Ele era um babaca mimado e ela era uma garota independente e inteligente. Os dois haviam sido amigos, quando a melhor amiga de Veronica era viva (que também era namorada de Logan), mas ele a culpava pela morte dela de alguma forma. 

Aos poucos, eles foram vencendo a diferença, e descobriram um no outro um sentimento muito forte. Eles terminam várias vezes, e você só descobre se eles ficam juntos no filme da série, que foi lançado esse ano, continuando a história 10 anos depois do fim de Veronica Mars.

Zoey e Wade
Zoey é uma médica nova-iorquina que chega á uma cidade do interior, Wade é um garçom mulherengo. Os dois são vizinhos, e sempre discutem sobre tudo. Ele começa a sentir algo mais por ela, mas Zoey era apaixonada por um cara que era comprometido. 

Quando ela descobre o que ele sente, acaba dando uma chance para Wade. Os dois acabam dando certo, até que ele a trai e os dois acabam terminando. Eles namoram com outras pessoas, depois de um tempo, porém no final da 3ª temporada, Zoey se declara para ele. E agora só veremos o que acontece daqui alguns meses.

Rui e Vani
Esse é o casal mais engraçado de todos. Na série, os dois eram noivos (a 7 anos), e brigavam demais, mas também se amavam demais, e o melhor, faziam a gente dar risada de coisas típicas de casais (e outras nem tão típicas assim). 

Os problemas do relacionamento eram trabalhados de uma forma para que todos nós nos identificássemos. O melhor casal de séries brasileiras que já existiu! E sei que muita gente concorda comigo.

E aí gostaram? Esqueci de algum casal?

Fotos e gifs: Tumblr + Google Imagens

quarta-feira, 11 de junho de 2014

Playlist da Semana

Foto: We Heart It
É engraçado como a vida distribui ironias por toda parte. Não acredito em coincidências, mas sim em destino (não me julguem, ok?). Eu sempre procuro pensar que as coisas têm um tempo certo pra acontecer. Mas é difícil saber quando um parágrafo começa e um ponto final termina. É complicado tentar decifrar esse relógio enigmático. 

Ou pior ainda, tentar decifrar nosso coração. Porque ao que parece, ele tem vontade própria, e não existe um modo de controlá-lo, pelo menos eu ainda não descobri. Acho que foi dessa confusão toda, que criaram a música. 

Pra que a gente chore, cante e pule com emoções que são tão nossas, que fica até mais fácil de entender o que se passa ao nosso redor. Pensando nisso, criei essa Playlist, que não tem muito a ver com o Dia dos Namorados, mas sim com o coração. Quer coisa melhor que isso?

The Vamps feat. Demi Lovato - Somebody To You
Jamie Scott - Unbreakable
Paul Hovermale - From Myself
Ed Sheeran - Friends
Pequeno John - Tarde Demais
Hayden Calnin - For My Help
Rosa de Saron - Meus Medos
MS MR - This Isn't Control
E aí gostaram? Aceito sugestões de músicas nos comentários.

terça-feira, 10 de junho de 2014

Filmes Para Assistir no Dia dos Namorados

Como vocês já devem saber, dia 12 de Junho é Dia dos Namorados. Eu não vou dar milhões de dicas sobre o que fazer no dia, porque não sou muito boa nessa área não. Até que sou romântica, mas não consigo demonstrar esse romantismo todo.

Em vez disso, vou recomendar alguns filmes para assistir no dia. Nem são filmes de amorzinho viu? Tem filmes para quem é solteiro e não liga para o dia, pra quem está sozinho e liga muito para o dia ou até mesmo pra quem quer ver filme como programa para a data. 

O Dia do Terror
Ok, pode soar estranho, mas esse é um dos meus filmes favoritos haha. Ele é originalmente suspense, mas é muito bom para dar umas boas gargalhadas. É aquele tipo de filme que você se assusta mais com o som, do que com a cena. 

Vale muito a pena ver! Eu não achei o trailer com legenda ou dublado, só consegui a versão original.

Encontro Explosivo
Eu adoro a Cameron Diaz e mais ainda o Tom Cruise. E quando os dois se juntaram em um filme, eu meio que precisava muuito ver. É um filme de ação, no estilo 'As Panteras' ou 'Missão Impossível' (Acho que os atores gostam kk), em relação aos efeitos, mas a melhor parte é a química entre os dois e as cenas engraçadas. O filme é hilário!

Casamento Grego
Acho que todo mundo já viu esse filme, não é? Mas sempre que posso, vejo de novo. Casamento Grego é um dos filmes mais diferentes que eu já vi. Ele não parece ser parte daquela plataforma hollywoodiana. 

Os atores têm química, a trama tem um humor peculiar. Enfim, a história por si só, é muito boa, adicione isso a comédia. 

Um Amor Para Recordar
É claro que Nicholas Sparks não poderia faltar nessa lista, certo? Um Amor Para Recordar é uma das primeiras adaptações de suas obras. E o filme é simplesmente marcante, seja pela história ou pelas frases que nos acompanham, mesmo depois que terminamos de vê-lo. É mais do que um romance, é um filme bem reflexivo, que todo mundo deveria parar para ver.

O Espetacular Homem-Aranha
Eu já falei sobre o segundo filme dessa série aqui no blog. Mas, vou indicar de novo hehe. Meio que sou apaixonada pelo novo Homem-Aranha, por ter ação, uma história legal e ainda ser bem engraçado. 

E é claro, ainda tem romance, entre o Peter e a Gwen, mas o que eu mais gosto é que esse não é o tema central da história. 

Forrest Gump
Esse filme é inesquecível. Eu adoro o Tom Hanks, deve ser porque a maioria de seus filmes são bons, e também porque ele é um ótimo ator. Na história, Forrest Gump (Tom Hanks) conta a história de sua vida para pessoas desconhecidas que passam por ele. Parece chato, não é? Isso porque você não sabe como é a vida de Forrest Gump. 

Como Perder um Homem em 10 Dias
Esse filme até que é bem antigo, mas a história nunca fica ultrapassada. Nele, o relacionamento é tratado com a maior ironia, já que uma jornalista (Kate Hudson) precisa fazer uma matéria sobre como enlouquecer um namorado, e um publicitário mulherengo (Matthew McConaughey) faz uma aposta de como fazer uma garota se apaixonar por ele. Toda essa confusão rende boas risadas. 


ABC do Amor
Esse é um dos filmes mais fofos do gênero. Na história, um menino se apaixona pela primeira vez. E pelo que acontece ser tão real, não tem como nós não rirmos ou nos emocionarmos com algumas situações pela qual já passamos. O filme é bem verdadeiro e vale a pena ser visto.

Recém-Casados
Essa é uma das comédias mais legais que eu já vi. Ainda mais por ser protagonizado pela Brittany Murphy e o Ashton Kutcher. Na história, os dois se casam após se conhecerem a pouco tempo, e começam a brigar por tudo. O roteiro é super criativo, com situações inusitadas, que rendem boas risadas. É um dos filmes mais incríveis sobre casamento.

10 Coisas Que Eu Odeio em Você
Esse é o meu filme favorito, de todos os tempos. Á princípio, ele pode parecer apenas mais um filme bobo de ensino médio, mas a ótima construção dos personagens, a trilha sonora, a química entre todos os atores e o fato dele ser uma adaptação de Shakespeare faz toda a diferença. 

Na história, vemos cenas e diálogos inesquecíveis, assim como o poema da Katherine. Já devo ter visto o filme umas 300 vezes kk. 

E aí gostaram?

Gif: Tumblr
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...